CSGC---INSTITUCIONAL---BANNER-SITE-790x90px
CSGC---INSTITUCIONAL-MELHOR-COM-VOC---BANNER-SITE-790x90px
NATAL COM SANGUE

Natal em São Gonçalo tem corpo encontrado e tentativa de homicídio no centro da cidade

A tentativa ocorreu no calçadão da Cazuza Machado e muitas pessoas estão nos bares ainda festejando o Natal.

26/12/2019 12h06Atualizado há 1 mês
Por: Sandro Araújo

O jovem Lucas Ferreira dos Santos, 22 anos, morador da estrada velha das Flores, Rua do Bambuzal, foi encontrado morto na noite da última terça-feira, 24, aparentemente a golpes de faca, no pescoço. O levantamento foi realizado pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana, e a polícia local já investiga a autoria e motivação do crime.

OUTRO CASO

Na noite dessa quarta-feira, 25, Natal, um homem de prenome Cleiton, morador da Rua do Boqueirão, foi vítima de tentativa de homicídio no calçadão da Praça Cazuza Machado, centro da cidade. Segundo relatos, Cleiton foi alvejado por disparos de arma de fogo e se encontra internado no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) em Feira de Santana. Ainda segundo testemunhas, o autor também é morador da cidade e após o crime fugiu a pé. A polícia também já investiga o caso.

VEJA O VÍDEO

Apesar das ocorrências, durante a véspera e dia de Natal viaturas da Companhia 67 realizaram rondas na cidade e até apreenderam uma pequena quantidade de droga, do tipo maconha, durante uma abordagem a um grupo de jovens na Rua do Boqueirão, na tarde dessa quarta-feira.

Nota-se que São Gonçalo dos Campos precisa urgente de maior presença policial, e com sua inteligência desarticular o tráfico de drogas e também tirar de circulação indivíduos que estão sempre em alerta prontos para a prática de algum crime. Hoje é impossível não sentar ou passear no centro da cidade sem sentir medo de presenciar um assalto, assassinato ou tentativa, e também possivelmente ser a própria vítima. Andam tranquilamente armados com arma de fogo ou branca, vendem drogas, e o cidadão de bem sendo coagido a todo instante, seja no centro, bairros ou localidades da zona rural. Gente é morta e autor não é preso, e para piorar, quando se reclama dessa triste e lamentável situação da cidade, tem autoridade policial que afirma não saber ou existir essas situações na cidade. Só temos a Deus para recorrer!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias