Geral Paraná

Municípios se organizam e vacinação nos trabalhadores do Ensino Superior ganha velocidade

De acordo com o Vacinômetro do governo federal, até a tarde desta terça-feira (15) 6.665 profissionais do Ensino Superior já tinham sido imunizados...

15/06/2021 14h45
Por: São Gonçalo Agora Fonte: Secom Paraná
© UEM
© UEM

A vacinação contra a Covid-19 em trabalhadores do Ensino Superior das instituições públicas e privadas ganhou velocidade nesta semana. As aplicações em professores e funcionários administrativos estão sendo feitas a partir da distribuição de 22.146 imunizantes produzidos pela Pfizer/BioNTech e 15.465 pela AstraZeneca/Fiocruz. Nesse momento, não estão incluídos professores e técnicos de polos de cursos ofertados na modalidade de Ensino a Distância (EaD).

As doses foram encaminhadas para 69 municípios de 21 Regionais de Saúde. Com essa quantidade, será possível imunizar cerca de 60% do grupo prioritário, levando em consideração a reserva técnica de 10% das doses para suprir possíveis perdas operacionais. De acordo com o Censo de Educação Superior de 2019, realizado pelo Ministério da Educação (MEC), o Paraná tem 57.110 profissionais nas instituições de ensino superior, entre professores e trabalhadores administrativos.

“O Governo do Paraná tem trabalhado para acelerar a vacinação para o maior número de pessoas. Ficamos felizes em ver os trabalhadores do Ensino Superior iniciando o processo de imunização. Isso nos dá esperança para que, quando for possível, tenhamos uma retomada segura das atividades presenciais nas nossas universidades”, destacou o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona.

“Nosso sentimento é de muita felicidade e expectativa pela imunização dos professores e agentes. A vacina é a única alternativa para a volta da normalidade”, acrescentou Fátima Padoan, reitora da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) e presidente da Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior (Apiesp).

A orientação do Plano Nacional de Vacinação é para que docentes e funcionários apresentem um documento que comprove a vinculação ativa com a instituição ou apresentem uma declaração emitida pela instituição de ensino. Os municípios estão fazendo as definições do escalonamento.

EXEMPLOS– Na Universidade Estadual de Maringá (UEM) a imunização começou na segunda-feira (14) para profissionais de 51 a 59 anos. O vice-reitor da universidade, Ricardo Dias Silva entrou na fila do Restaurante Universitário (RU) para receber a primeira dose e incentivar todos os servidores a se imunizar contra o novo coronavírus.

“Há muito tempo esperávamos pela vacina. A possibilidade de vacinar todos os nossos servidores é uma alegria muito grande”, disse. Nacidade de Maringá, o calendário de vacinação avança no decorrer da semana seguindo o escalonamento por idade.

Nesta terça-feira (15), professores e servidores administrativos das universidades públicas e privadas deCuritibacomeçaram a ser vacinados. Serão imunizados os profissionais com 50 anos completos ou mais. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) recebeu 15.346 doses para atender os profissionais do ensino superior e também fará escalonamento por idade.

O cronograma já foi definido para trabalhadores de Cascavel, iniciando nesta terça e seguindo até quinta-feira. Em Guarapuava, a vacinação inicia por trabalhadores de 30 anos ou mais.

Nas cidades de Jacarezinho, Bandeirantes e Cornélio Procópio, campi da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), a primeira etapa de vacinação contra Covid-19 para os servidores das instituições de ensino superior será na quarta-feira (16).

AGENDAMENTO– EmLondrina, segundo maior município do Estado, a Secretaria Municipal de Saúde já abriu o agendamento. O passo a passo está disponível no site Cadastro Prévio Covid-19/Londrina para pessoas acima dos 40 anos.

O agendamento também está aberto para os profissionais das instituições de ensino superior da cidade de Ponta Grossa, nos Campos Gerais. A vacinação, que inicia nesta quarta-feira (16), será para a faixa etária de 40 e 52 anos. Na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) deverão ser vacinados 379 professores e 240 agentes universitários.

VACINÔMETRO – De acordo com o Vacinômetro do governo federal, até a tarde desta terça-feira (15) 6.665 profissionais do Ensino Superior já tinham sido imunizados com a primeira dose. Foram 4.528 mulheres e 2.137 homens. A faixa etária que mais recebeu foi entre 40 e 54 anos (3.496).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias