LUDIMILLA DIA 09/10
PAGSEGURO anúncio home
CELEBRIDADE

Amigos e familiares se despedem de Roberto Leal

Após dois anos de luta contra o câncer, cantor português morreu aos 67 anos na madrugada de domingo (15)

16/09/2019 15h17
Por: Sandro Araújo

Amigos e familiares se despedem de Roberto Leal nesta segunda-feira (16). O velório acontece na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade, em São Paulo, desde 7h da manhã. O cantor português, de 67 anos, morreu na madrugada de domingo (15) após dois anos de luta contra um câncer de pele.

De acordo com a assessoria de imprensa de Roberto, ele tinha um melanoma maligno que evoluiu, atingindo o fígado, causando síndrome de insuficiência hepato-renal. O cantor estava internado desde o dia 10 de setembro no Hospital Samaritano, em São Paulo.

Rodrigo Leal, filho de Roberto Leal, falou com carinho de suas lembranças. "Agradeço pelo carinho que estamos recebendo. Meu pai vendia alegria. Acho que ele gostaria de ser lembrado como um cara que gostava de transmitir alegria. Ele sempre passava uma palavra de esperança. Peço ao Brasil que se lembre dele batendo o pé, dançando o vira", afirmou o filho, narrando ainda o amor dele pelo país. "Fomos residir em Portugal em 1989 e, passados quatro anos, ele quis voltar. Meu pai bebeu do carinho e da espontaneidade do brasileiro. Ele sempre falava que devia muito ao povo brasileiro."

A apresentadora Daniela Albuquerque foi ao velório acompanhada pelo marido, Amílcare Dallevo. Visivelmente abalada, ela chorou perto do caixão em seu adeus ao cantor. "Vou sentir muita falta dele. Era meu amigo, amigo mesmo, amigo de alma. No nosso último encontro, ele estava muito feliz. Meu coração ficou partido com a partida do Roberto, sem dúvida, o português mais mado do Brasil", disse, afirmando ainda que o momento é de tristeza.

Vitor Leal, outro filho de Roberto Leal, que mora em Toronto, no Canadá, fez questão de viajar ao Brasil para a cerimônia de despedida. Ele virá acompanhado pela mãe, Márcia, viúva do cantor.

José Sá, empresário de Roberto, acompanhou o cantor nos últimos dias e afirmou que ele percebia estar com a saúde debiltada. "Ele estava preparado, mas não quis entregar os pontos. Ele já estava sofrendo um pouco nesses últimos tempos", afirmou.

O humorista Carlos Alberto de Nóbrega e os apresentadores Sônia Abrão, Nani Venâncio e Leão Lobo também estiveram na Casa de Portugal durante o velório de Roberto.

O corpo deixou o local às 14h. O sepultamento está previsto para acontecer às 15h, no Cemitério de Congonhas, na Vila Sofia, em São Paulo.

TRAJETÓRIA
Nascido na cidade de Macedo de Cavaleiros, no norte de Portugal, Roberto Leal se mudou para o Brasil aos 11 anos, com os pais e nove irmãos. Em São Paulo, trabalhou como sapateiro e vendedor em uma feira.

Em 1978, protagonizou o filme “O milagre – O poder da fé”, inspirado em sua própria história. No final dos anos 80, voltou a morar em Portugal para se dedicar ao mercado musical europeu. Nesse período, comandou um programa na TV do país.

Em 1995, quando a banda Mamonas Assassinas lançou o hit Vira-vira, o cantor teve sua popularidade ampliada. Embora o Vira-vira satirizasse as músicas dele, Leal costumava dizer que se sentia homenageado pelo grupo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.