ARROCHA PRIME - SUPER BANNER TOPO
ROTA EM PAZ

Operação da 67ª CIPM completa seis meses e companhia divulga números

A polícia militar também estará combatendo a prática de assaltos em pontos e veículos com funcionários de empresas em São Gonçalo

07/08/2019 15h33
Por: Sandro Araújo

Desde fevereiro que os passageiros e trabalhadores dos transportes coletivos de Humildes e São Gonçalo dos Campos contam com as abordagens da 67 CIPM e estão mais tranquilos. No último dia 04 de agosto a Operação Rota em Paz completou seis meses e os resultados são surpreendentes.

Há 4 meses que não acontecem assaltos à vans ou ônibus na BA 502 que liga Feira/São Gonçalo, nem no trecho da BR 324 que liga Feira ao Distrito de Humildes. Os bons indicadores não param por aí, no período foram abordadas 16.880 pessoas, 1.514 vans e 107 ônibus. Segundo o Major Cavalcante, comandante da 67 CIPM, os resultados são frutos de uma estratégia de prevenção, baseada nas abordagens flutuantes.

"Abordamos em horários e locais diferentes todos os dias, isso dificulta a ação dos marginais".

O major ainda ressaltou que o efeito das abordagens se estendem à outros municípios cujas vans passam pelas rodovias, como Cachoeira, Conceição da Feira, Conceição do Jacuípe e Amélia Rodrigues, além dos moradores de Limoeiro, Humildes e trabalhadores das indústrias e de um shopping naquela região.

Assalto a trabalhadores

Após relatos de mais uma ação de bandidos assaltando trabalhadores durante a madrugada em São Gonçalo, a Policia Militar passou a fazer abordagens nas entradas da cidade. "Já há alguns meses essa operação faz parte da "Rota em Paz" e já acionamos a direção do Grupo O Boticário e da JBS, solicitando os roteiros e horários de todos os ônibus e vans de transporte para traçarmos uma estratégia de policiamento".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.