20°

Pancada de chuva

São Gonçalo dos Campos - BA

Polícia APROPRIAÇÃO INDÉBITA

Empresária é detida no Extremo Sul da Bahia circulando com veículo com ‘queixa’ de apropriação indébita

Na abordagem, os policiais descobriram que o veículo transitava desde com Boletim de Ocorrência de crime, registrado no estado de Alagoas.

19/05/2022 às 16h07
Por: São Gonçalo Agora Fonte: PRF/BA
Compartilhe:
 Empresária é detida no Extremo Sul da Bahia circulando com veículo com ‘queixa’ de apropriação indébita
Empresária é detida no Extremo Sul da Bahia circulando com veículo com ‘queixa’ de apropriação indébita

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou no início da tarde de quarta-feira (18), por volta das 12h50, veículo não devolvido a locadora e deteve uma mulher de 35 anos que circulava com o carro de forma irregular.

A ocorrência foi registrada na altura do quilômetro 720 da BR 101, em trecho do município de Eunápolis (BA). Na oportunidade, a equipe da PRF abordou o veículo Chevrolet/Tracker para uma fiscalização detalhada e descobriu que o carro possuía registro de apropriação indébita.

A equipe entrou em contato com a empresa proprietária do veículo que informou ter confeccionado o Boletim de Ocorrência na Delegacia no 12° Distrito Policial de Rio Largo (AL) na data de 05/05/2022.

Segundo a locadora, o veículo foi alugado em 25/04/2021 e deveria ter sido devolvido na data de 26/05/2021, porém, o veículo não foi entregue no prazo contratual.

O automóvel era conduzido por uma mulher de 35 anos de idade. Ela relatou que o carro foi alugado por seu sogro e disse também que tudo estava de acordo conforme contratado.

Diante das informações obtidas foi constatada, a princípio, o crime de Apropriação indébita de Veículo, crime previsto no art. 168 do Código Penal. A condutora foi detida e conduzida para Delegacia de Polícia Civil para continuidade dos procedimentos legais.

SISTEMA SINAL - Para cadastrar casos de roubo ou furto de veículos, as pessoas podem acessar o site www.prf.gov.br/sinal e inserir informações sobre o crime e as características do automóvel. De imediato, uma mensagem é enviada para os celulares dos policiais que estejam mais próximos da ocorrência, para auxiliar na recuperação do veículo. Vale ressaltar que o registro no sistema não substitui a confecção do Boletim de Ocorrência na Polícia Civil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias