HJ STOREBR - super banner topo
Ouça a entrevista

Ex prefeito Furão fala sobre condenação do TRF-1 e política de São Gonçalo

Furão concedeu entrevista nesta segunda-feira, 01, ao programa Planeta Notícia, com Sandro Araújo, pela rádio São Gonçalo AM 1.410. Furão também faz criticas a atual gestão municipal e desafia atual prefeito.

01/07/2019 14h55Atualizado há 2 semanas
Por: Sandro Araújo
Fonte: São Gonçalo Agora

A informação da condenação pelo TRF-1 foi divulgada na última quarta-feira, 26, através de redes sociais. De acordo com o material divulgado, o ex prefeito de São Gonçalo dos Campos, Antonio Dessa Cardoso, Furão, foi condenado a 5 (cinco) anos, 2 (dois) meses e 15 (quinze) dias de reclusão por "desvio de recursos com finalidade específica, vinculados à educação (FUNDEF)." A denúncia é de 2003 e a sentença de 26/06/2019.

Durante entrevista o ex prefeito disse que o próprio Poder Judiciário constatou que a tentativa de criminalizar a gestão, em atos de 2003, era infundada e que os denunciantes exageram nas acusações, e, o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM/BA) também emitiu certidão declarando que não foram usadas verbas da educação para promoção de festas, no período em que atuou como prefeito do município.

Na última quinta-feira, 27, Furão também compartilhou uma nota "ao povo de São Gonçalo".

— O que a Justiça Federal constatou?

A juíza federal esclarece na sentença que, os denunciantes exageraram e muito quando acusaram FURÃO de ter desviado milhões de reais, isso porque os técnicos do judiciário só identificaram irregularidades na aplicação de RS 9.200,00. Isso mesmo, a justiça afirma que não ouve desvio de milhões de reais, e sim irregularidades na aplicação de apenas nove mil e duzentos reais, e este valor já acrescidos de juros e correção monetária, referente aos 16 anos em que durou a ação judicial.

Quanto a pena estabelecida na sentença, mesmo as irregularidades sendo mínimas, tinha que existir, mas, será decretada sua prescrição (nulidade), pois passou o prazo estabelecido pela Lei para o seu cumprimento, (qualquer dúvida consultar a tabela prescricional).

Há 4 anos, FURÃO foi denunciado por ter usado RECURSOS da EDUCAÇÃO para realizar FESTAS, e anos depois o Tribunal de contas dos Municípios emitiu CERTIDÃO comprovando que FURÃO nunca usou verba da EDUCAÇÃO para realização de FESTAS.

Agora a Justiça Federal afirma que as denúncias feitas contra FURÃO em 2003 de ter desviado milhões não foram verdadeiras, pois seus técnicos contábeis constataram irregularidades na aplicação de apenas R$ 9.200.

Essas informações podem ser confirmadas pelo site da justiça Federal – TRF1 FEIRA DE SANTANA.

Cabe agora aos que soltaram foguetes voltar e catar as flechas.

Antonio Dessa Cardozo (Furão), ex-prefeito de São Gonçalo dos Campos

Ouça a entrevista na íntegra

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.