LUDIMILLA DIA 09/10
PAGSEGURO anúncio home
Lava-Jato

Lava-Jato prende procurador suspeito de receber propina no Rio de Janeiro

Segundo a Polícia Federal, Renan Saad teria recebido propina de R$ 1,3 milhão para viabilizar obras do metrô do Rio de Janeiro

01/07/2019 11h01
Por: Sandro Araújo

O procurador Renan Saad é o alvo da força-tarefa da Lava-Jato no Rio de Janeiro na manhã desta segunda-feira (1/7). Ele é suspeito de receber R$ 1,3 milhão em pagamentos da Odebrecht durante as obras da Linha 4 do metrô do Rio. 

As obras foram planejadas para os Jogos Olímpicos de 2016. Para as investigações, os pareceres feitos por Saad viabilizaram as obras do sistema metroviário. Para isso, a Odebrecht pagou propina ao procurador por meio do Setor de Operações Estruturadas da empreiteira. Um dos pagamentos, de R$ 100 mil, foi entregue diretamente no escritório de advocacia do procurador.

 Aguarde mais informações

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.