Segunda, 19 de Abril de 2021
75 98175-0580
Educação Educação

USP: Professores produzem estudo sobre reabertura de escolas

Documento foi elaborado a pedido do Ministério Público do Estado de São Paulo dentro do cenário atual da pandemia

07/04/2021 23h26
Por: São Gonçalo Agora Fonte: R7
Documento analisa as condições atuais e a reabertura das escolas - (Foto: Reprodução / Freepik)
Documento analisa as condições atuais e a reabertura das escolas - (Foto: Reprodução / Freepik)

A pedido do Ministério Público de São Paulo, professores da USP (Universidade de São Paulo) em Ribeirão Preto produziram um documento sobre os critérios para a reabertura das escolas no cenário atual da pandemia de covid-19.

De acordo com as informações divulgadas pelo Jornal da USP,  os professores Dalton de Souza Amorim, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCLRP), Domingos Alves, da Faculdade de Medicina (FMRP) e Adriana Santos Moreno, do Programa de Pós-Graduação em Medicina (Clínica Médica) da FMRP, todos da USP em Ribeirão Preto, retomam a questão de critérios para a reabertura da rede escolar e aborda o risco de transmissão na comunidade em cada cidade.

Em novembro do ano passado, os professores produziram um documento em que ressaltavam que "ainda era necessário um esforço de argumentação para mostrar que, na ausência de medidas efetivas de controle da transmissão comunitária do vírus sars-cov-2, os modelos matemáticos projetavam um agravamento da situação da pandemia na cidade e no Estado”.

No cenário atual, de acordo com as informações do Jornal da USP, os professores observam que "atualmente, esse cenário tem, de um lado, o início de disponibilidade de vacinas — ainda com perspectivas sombrias quanto ao tempo que tomará para que a porcentagem da população vacinada seja suficiente para gerar imunidade populacional. De outro, convive com a inflexão da curva do número de casos/dia que resultou no colapso do sistema hospitalar no País e em várias partes do Estado, com números recordes diários de óbitos — em um momento em que em todo o mundo a gravidade da pandemia está em declínio.”

Os pesquisadores ainda lembram que o impacto da pandemia sobre a saúde e a economia é uma situação embaraçosa internacionalmente.

Na análise dos professores, a principal ferramenta para o controle da transmissão e para a redução do número de casos/dia/100.000 habitantes não é o lockdown. “Essa é, no máximo, uma medida extrema e pontual. A principal abordagem é o protocolo Tris: Testagem, Rastreamento de contatos e Isolamento de Suporte.” Segundo os professores, em nenhum momento, desde março de 2020, houve foco da gestão da pandemia pelo Estado de São Paulo no controle da transmissão por testagem e rastreamento de contato.

Os professores entendem a importância da reabertura das escolas, mas neste momento, não consideram adequado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias