HJ STOREBR - super banner topo
Coincidência?

Gilmar libera para julgamento ‘HC’ de Lula já com dois dos cinco votos contra

Pedido de liberdade será julgado por ministros indignados com críticas dos procuradores

11/06/2019 08h55
Por: Sandro Araújo

O ministro Gilmar Mendes terá dificuldades de convencer a opinião pública e seus próprios colegas de Supremo Tribunal Federal (STF) que foi apenas uma coincidência sua decisão de liberar nesta segunda-feira (10), para julgamento, mais um pedido de habeas corpus do ex-presidente Lula que alega suspeição do ex-juiz e ministro Sérgio Moro (Justiça) e questiona sua atuação no processo no qual o petista foi condenado.

A decisão de Gilmar Mendes coincide com a divulgação de troca de mensagens entre Moro e procuradores da força-tarefa da Lava Jato. Há também nas mensagens furtadas dos celulares críticas ácidas dos procuradores à atuação do STF.

Advogados experientes acham que ao colocar o caso em julgamento Gilmar pretenderia aproveitar a forte indignação dos ministros, diante dessas críticas, para tentar aprovar a concessão de habeas corpus ao ex-presidente, que, segundo esses procuradores, chefiou a organização criminosa que roubou a Petrobras.

O pedido, que pode ser analisado nesta terça (11) ou no dia 25 de junho, pela Segunda Turma do STF, foi apresentado pela defesa do político condenado por corrupção e lavagem de dinheiro logo após Sérgio Moro aceitar o convite para integrar o ministério do governo Jair Bolsonaro.O habeas corpus a ser julgado começou a ser analisado em dezembro, mas, após dois votos contra a concessão, Gilmar Mendes pediu vista, ou seja, mais tempo para analisar o caso.
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias