ARROCHA PRIME - SUPER BANNER TOPO
Mais desemprego

Se Reforma da Previdência não passar presidente prevê caos no País

Em entrevista à Veja, presidente defende mudanças nas aposentadorias e diz que era contrário a elas quando tinha 'cabeça de parlamentar'

31/05/2019 16h07Atualizado há 3 meses
Por: Sandro Araújo

O presidente Jair Bolsonaro disse que, se a reforma da Previdência não for aprovada pelo Congresso, o país sofrerá "um caos" na economia que poderá abrir portas para a volta do PT no poder. Em entrevista à revista Veja, o chefe do Executivo destacou que a chamada "mãe das reformas" é sua "missão mais difícil" na macropolítica.

Na entrevista, Bolsonaro diz que sofre uma série de "sabotagens" no governo e comparou a situação projetada ao que ocorre hoje na Argentina, abalada por uma nova crise econômica, desafiadora para o governo liberal de Maurício Macri. O presidente brasileiro destacou que tal desequilíbrio econômico pode favorecer Christina Kirchner, que lançou campanha à Vice-presidência argentina.

— Se a reforma da Previdência não passar, o dólar pode disparar, a inflação vai bater à nossa porta novamente e, do caos, vão florescer a demagogia, o populismo, quem sabe o PT, como está acontecendo na Argentina, com a volta da (ex-presidente) Christina Kirchner. O Brasil não aguentaria outro ciclo assim.

Bolsonaro argumentou que era contra a Previdência, até assumir o governo, porque estudou a situação do país e reconheceu a necessidade de reforma.

— A cabeça de um parlamentar era uma coisa, a cabeça de um presidente, agora com acesso aos números, é outra. Na Câmara, muitas vezes você tem uma informação de orelhada. Por isso, eu sempre fui contra a reforma da Previdência. O que a gente vai mudar? A realidade. O Brasil será ingovernável daqui a um, dois, três anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.