Segunda, 19 de Abril de 2021
75 98175-0580
Polícia Segurança Pública

Possível desinteresse da prefeitura pode atrapalhar contrução de delegacia em São Gonçalo

Segundo informações a prefeitura não reconhece a documentação (Lei Nº 967/2020) de doação do prédio localizado ao lado do DPM

10/02/2021 11h09
Por: São Gonçalo Agora
Foto: Sandro Araújo
Foto: Sandro Araújo

Em quanto à população de São Gonçalo dos Campos clama por segurança pública, haja vista tendo pequenos avanços nessa área, como o apoio da 67ªCIPM, companhia responsável pela cobertura da cidade, as operações, reforma do DPM, substituição de viatura, agora essa população possivelmente enfrentará o retrocesso.

Segundo uma fonte, o governo municipal parece ter evitado falar com o delegado Roberto Leal, coordenador regional de Polícia Civil em Feira de Santana (1ª Coorpin), que, desde a última segunda-feira (08), vem tentando falar com um responsável pela prefeitura, para tratar do início da obra da Delegacia de Polícia Civil da Cidade. O coordenador tem atendido a solicitações da Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP).

Todos sabem que há anos o Conseg, executivo (gestão anterior) mais o legislativo local, atendendo ao clamor da população, trabalharam incansavelmente pela conquista de uma delegacia em sede própria para a cidade. A Polícia Civil há anos funciona em uma casa alugada, e que não tem estrutura se quer para melhor abrigar os agentes, e pior ainda, realizar custódia.

A solução para este grave problema, em partes, aconteceu. Depois das inúmeras audiências com autoridades do mais alto escalão do Governo do Estado, no dia 28 de maio de 2020, depois de aprovada pela Câmara Municipal, foi promulgada e sancionada pelo então prefeito Carlos Germano, a Lei Nº 967/2020, doando um prédio do município localizado ao lado do DPM, na Avenida Anibal Pedreira, para que o Estado, assim como reformou o DPM, em seguida e logo toda a documentação estivesse regularizada, autorizasse sequência da obra e readequasse o antigo prédio dos tributos em Delegacia de Polícia Civil de São Gonçalo dos Campos.

Segundo uma fonte dentro da prefeitura, a atual gestão não reconhece a documentação (Lei) de doação do prédio. Vale ressaltar que, todo o processo de regularização foi providenciado de forma árdua pela Procuradoria do município, e hoje o prédio em questão já pertence sim ao Governo do Estado. E caso não se cumpra o prazo para o início da obra, o prédio retornará a pertencer ao município, consequentemente deteriorando todos os esforços com a conquista desta obra, que significa mais avanço na segurança pública de São Gonçalo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias