LUDIMILLA DIA 09/10
PAGSEGURO anúncio home
Barragem em Risco

Barão de Cocais: deslocamento em pontos do talude já atinge 25,9cm/dia

Velocidade da deformação na parte inferior da estrutura está em 20,4 centímetros por dia, segundo o último boletim divulgado pela Agência Nacional de Mineração (ANM)

29/05/2019 09h56Atualizado há 5 meses
Por: Sandro Araújo
Fonte: CB
Em nova atualização divulgada na noite desta terça-feira (28/5), a Agência Nacional de Mineração (ANM) informou que alguns pontos isolados do talude norte da Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais, se deslocam 25,9 centímetros por dia. Em comparação ao último comunicado, divulgado no início da tarde do mesmo dia, o afastamento nos pontos isolados aumentou 1,4 cm/dia.
 
O boletim também ressalta que a porção inferior da encosta se move, na noite desta terça, a 20,4 cm/dia. Um crescimento de 0,3 cm/dia em relação ao anterior.
 
Enquanto a apreensão da população cocaiense continua, a Vale, empresa responsável pela mina de Gongo Soco, informou que as últimas análises indicam que há “grande possibilidade” do talude norte escorregar para a cava do complexo minerário. O buraco tem cerca de 100 metros, segundo as autoridades.
 
Caso o talude escorregue para dentro da cava, de acordo com a Vale, diminuem as chances de impacto sobre a Barragem Sul Superior. O barramento está no mesmo complexo e em iminente risco de colapso, o nível 3 da escala de risco, desde 22 de março.
 
Segundo a Agência Nacional de Mineração (ANM), o talude se movimentava 10 centímetros por ano desde 2012, medida aceitável para uma cava profunda. Contudo, desde o fim de abril, a velocidade do deslocamento aumentou para cinco centímetros por dia, até atingir o quadro crítico atual
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.