Quinta, 02 de Dezembro de 2021
28°

Pancada de chuva

São Gonçalo dos Campos - BA

Justiça Tocantins

Com o tema “Cidadania: direito e deveres”, Governo do Tocantins realiza oficina para egressos do sistema penal

Projeto Formação para Cidadania terá programação até março de 2022 com o objetivo de promover reflexões acerca da vida pós-cárcere

27/10/2021 às 09h10
Por: São Gonçalo Agora Fonte: Secom Tocantins
Compartilhe:
Primeira oficina tratou sobre o exercício da cidadania e os direitos e deveres de cada indivíduo - Foto: Vitória Soares/Governo do Tocantins
Primeira oficina tratou sobre o exercício da cidadania e os direitos e deveres de cada indivíduo - Foto: Vitória Soares/Governo do Tocantins

Iniciando a programação do Projeto Formação Para Cidadania, lançado na segunda-feira,25, pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), e Tribunal de Justiça, o Escritório Social realizou nessa terça-feira, 26, a primeira oficina formativa voltada aos pré-egressos, egressos do sistema penal e familiares. A oficina “Cidadania: direitos e deveres” teve a participação do secretário executivo da Seciju, Geraldo Cabral, e tratou de temas sobre conceitos de cidadania, a relação entre ser cidadão e a reintegração à sociedade, e os direitos e deveres de cada indivíduo.

Para o secretário executivo da Seciju, é essencial discutir o tema cidadania com pessoas que já passaram pelo sistema penal e que tiveram alguns direitos reduzidos. “Dentro do nosso público da oficina muitas pessoas saíram do cárcere e têm seu direito de ir e vir, mas encontram obstáculos, o estigma de carregar sempre nos ombros a prisão em si, em uma sociedade que não dá oportunidade, por isso, um trabalho como esse ajuda a libertar e fazer a pessoa reconhecer o seu valor”, ressaltou.

O egresso F.S.L, de 33 anos, relatou que a ação é uma oportunidade de receber um direcionamento na vida pós-cárcere. “Esse é um local de oportunidades para pessoas como eu, que estão saindo agora do sistema, se localizando na sociedade e querendo uma melhoria de vida. Essas são pessoas que nos ajudam a nos colocar no mercado de trabalho, retornar para sociedade, e melhorar aspectos físicos, psicológicos e profissionais, visando uma nova vida”, afirmou.

Durante a ação também foi realizada a entrega de cestas básicas para os assistidos, além da apresentação da equipe e do trabalho desenvolvido pelo Escritório Social. As oficinas seguirão sendo realizadas semanalmente até fevereiro de 2022, abordando temas diversos, ligados ao exercício da cidadania.

Projeto

Com programação semanal até fevereiro de 2022, o Projeto Formação Para Cidadania tem como objetivo promover reflexões sobre a vida pós-cárcere, com oficinas com temas diversos, como mercado de trabalho, desafios da reintegração, racismo, dependência química e outros. Durante o período das oficinas também estão sendo realizadas doação de cestas de alimentos, distribuição de vale transporte e certificação dos participantes.

O coordenador do Escritório Social, Leandro Bezerra, explicou que o projeto também visa aproximar os assistidos do trabalho desenvolvido no Escritório. “Esse projeto também tem a intenção de divulgar o Escritório Social e de estabelecer um vínculo com o público atendido. A pessoa que sai do sistema penal não quer mais ter contato com o sistema, mas a ideia é trazer o público egresso para o aparelho, para que ele tenha laços com o Escritório e seja acompanhado continuamente para que não volte a reincidir e consiga atender todas as suas demandas sociais”, ressaltou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias