Domingo, 18 de Abril de 2021
75 98175-0580
Dólar comercial R$ 5,59 -0.77%
Euro R$ 6,69 -0.71%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.85%
Bitcoin R$ 324.364,71 -11.657%
Bovespa 121.113,93 pontos +0.34%
São Gonçalo Pandemia

Prefeitura de São Gonçalo prorroga alteração no horário do comércio e flexibiliza o funcionamento de serviços não essenciais

Os estabelecimentos que prestam serviços considerados não essenciais poderão abrir nos dias de segunda, quarta e sexta-feira.

21/07/2020 10h03
Por: São Gonçalo Agora Fonte: ASCOM/PMSGC
Prefeitura de São Gonçalo prorroga alteração no horário do comércio e flexibiliza o funcionamento de serviços não essenciais

A Prefeitura de São Gonçalo dos Campos, através da Secretaria de Planejamento e Administração, publicou nesta segunda-feira (20), o decreto 055/2020 que prorroga as medidas temporárias de prevenção e controle para enfrentamento da Covid-19.  Dessa forma, foi flexibilizado o funcionamento do comércio sendo permitida a abertura dos estabelecimentos de serviços não essenciais em dias alternados.

Segundo o decreto municipal, com exceção de farmácias e postos de combustíveis que podem abrir até às 19h, os demais estabelecimentos que prestam serviços essenciais devem funcionar de 7h às 17h e não podem exercer qualquer atividade nos dias de domingo e feriados.  Já os estabelecimentos que prestam serviços considerados não essenciais poderão abrir nos dias de segunda, quarta e sexta-feira.

Conforme o documento, são essenciais a produção, distribuição e comercialização de produtos de higiene e alimentos; assistência médica e hospitalar; tratamento de abastecimento de água; distribuidor de gás; geração, transmissão e distribuição de energia elétrica; coleta e tratamento de lixo e esgoto; serviços de segurança privada; imprensa; serviços de telecomunicações; processamento de dados ligados a serviços essenciais; clínicas veterinárias em regime de emergência e para vendas de rações e medicamentos; serviços funerários; serviços de higienização e lavanderias; serviços bancários, inclusive nas agências instaladas em galerias de lojas ou em centros comerciais; postos de combustíveis e lojas de conveniências.

Devem funcionar por modo de entrega em domicílio as lojas de materiais de construção e prevenção de incêndio, os serviços de comercialização de gêneros alimentícios, a exemplo dos prestados por restaurantes e pizzarias. As oficinas de automóveis podem operar desde que seja para realização de serviços urgentes. A recomendação do poder público municipal é que todos os estabelecimentos comerciais sigam as normas determinadas pelas autoridades de saúde, como o uso de máscara que é obrigatório em toda a cidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias