Quarta, 27 de Outubro de 2021
24°

Pancada de chuva

São Gonçalo dos Campos - BA

Saúde São Paulo

Mudança em sistema federal insere mais 23,5 mil casos de COVID-19 retroativos

Balanço não altera tendência de queda dos indicadores no Estado, apenas atualiza histórico de dados desde a confirmação do primeiro caso

17/09/2021 às 19h30
Por: São Gonçalo Agora Fonte: Secom Estado de São Paulo
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Estado de São Paulo
Foto: Reprodução/Secom Estado de São Paulo

O Estado de São Paulo passou a contabilizar mais 23,5 mil casos de COVID-19 acumulados no decorrer da pandemia e que só passaram a ser “visíveis” no sistema federal atualmente, após mudanças definidas pelo DataSUS/Ministério da Saúde para extração dos dados do E-SUS, sistema federal para notificação de casos leves da doença (mais informações abaixo).

A mudança não impacta no cenário epidemiológico atual, pois segue em queda o número de casos, internações e óbitos da COVID-19, como resultado do êxito da campanha de vacinação, que reduz o agravamento e a mortalidade pela doença.

O balanço inclui 153 casos notificados nas últimas 24 horas, dentro de um total de 23.586 casos desde o início da pandemia que não foram previamente identificados com a API anterior do E-SUS.
Com este acréscimo, o balanço acumulado em todo o período passa a ser de 4.348.775 casos. Desse total, 4.107.380 tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 446.568 foram internados e receberam alta hospitalar. Houve também 147.944 óbitos.

Hoje (17), há 5.344 pessoas hospitalizadas com COVID-19, somando 2.558 em leitos de Terapia Intensiva e 2.786 em enfermaria.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado hoje é de 32,6% e na Grande São Paulo é de 38,8%.

Entenda as mudanças do E-SUS
As estatísticas de casos leves de COVID-19, notificadas no E-SUS, estavam impactadas desde que o DataSUS realizou mudanças na API (sigla em inglês para “Application Programming Interface”) que alteraram o desfecho de casos confirmados de COVID-19 e afetaram a dinâmica de extração dos dados. Não houve nenhuma mudança com relação ao SIVEP, sistema onde são notificados os casos de internação e mortes.

Desde o dia 27 de agosto, as equipes do Estado de São Paulo trabalham na adequação dos códigos para leitura do banco de dados, o maior do país. A medida foi necessária porque o DATASUS ampliou em três vezes o número de opções de desfechos diagnósticos, com a inclusão de exames sorológicos neste critério, o que exigiu ajustes no script de extração dos dados do E-SUS após a liberação da nova API pelo DATASUS, em 8 de setembro.
O detalhamento dos dados da pandemia está disponível no sitewww.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

Dados atualizados em 17/09/2021 – 19h05

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias