Delivery Espetinho do João
BANNER-728x90px-MAIS-SAUDE-BAHIA-0320-2020-SESAB-
Covid-19 no Brasil

Ritmo de contágio do coronavírus no Brasil está igual ao registrado na Itália e acelerando, apontam universidades

Se não houver medidas eficazes, como por exemplo o isolamento social, nos próximos 30 dias Brasil terá cerca de 24 a 30 mil casos.

20/03/2020 15h20Atualizado há 3 semanas
Por: Sandro Araújo
Fonte: Bem Estar

O ritmo da disseminação do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no Brasil é, hoje, igual ao da Itália semanas atrás – e ele está acelerando. Segundo um estudo conduzido por sete universidades, o número de casos deve passar de 3 mil já na terça-feira (24).

Participam da pesquisa físicos da Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Estadual Paulista (Unesp), da Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal do ABC (UFABC), Universidade de Berkley (nos Estados Unidos) e Universidade de Oldenburg (na Alemanha).

“Nossos cálculos corroboram a ideia que o início da curva epidêmica brasileira é igual às da Itália e da Espanha — quando estes países estavam no início [da epidemia]”, afirmou ao G1 o professor Roberto Kraenkel, do Instituto de Física Teórica da Unesp.

O balanço divulgado quinta-feira (19) do Ministério da Saúde apontou 621 casos da Covid-19 no Brasil – sete pessoas já morreram.

No mundo todo, a Itália é o país com maior número de vítimas – nesta sexta-feira (20), o país europeu ultrapassou a marca de 4 mil mortos – o total de casos registrados ultrapassa 47 mil.

Um levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins divulgado nesta sexta mostrou que há ao menos 10.031 mortos por complicações da Covid-19 no mundo. Há mais de 245 mil infectados.

O gráfico acima mostra as projeções da Unesp para os próximos dias – a projeção tem um intervalo de mínimas e máximas. Veja as estimativas:

sábado (21) – 1.091 casos;
domingo (22) – 1.478 casos;
segunda-feira (23) – 2.003 casos;
terça (24) – 2.714 casos; a previsão máxima é de até 3,4 mil casos na terça

Kraenkel participa do Observatório Covid-19 BR, que estuda os números da pandemia no país. O grupo reúne professores da Unesp, Unicamp, USP, UnB e UFABC, além das universidades de Berkley e (EUA) Oldenburg (Alemanha).

Um dos cálculos feitos é o do tempo de duplicação de infectados.

“Uma forma de acompanhar a epidemia é seguir o tempo de duplicação dia a dia. Se as ações de contenção surtirem efeito, vamos observar o tempo de duplicação aumentar. Esta é uma forma de saber se estamos conseguindo ‘domar’ o coronavírus”, detalhou Kraenkel.

Esse tempo, com os dados do Ministério da Saúde de quinta, está em 2,28 dias — e caindo. Isso quer dizer que, no Brasil, a cada 54 horas e 43 minutos, o número de contaminados dobra.

Quanto mais baixo for esse tempo, mais rápida corre a pandemia no país. O primeiro caso de coronavírus no Brasil foi confirmado no dia 26 de fevereiro.

MEDIDAS DE CONTROLE

O tempo de duplicação se reflete na “curva” de casos, que as autoridades tanto querem “achatar”

O gráfico acima mostra duas possibilidades de avanço de uma doença — uma tem um crescimento abrupto, acima da capacidade de absorção do sistema de saúde, e outra mais suave, distribuída por mais dias.

Autoridades de Saúde de todo o Brasil intensificaram nas últimas semanas os pedidos para que a população fique em casa. O isolamento social é defendido como o meio mais eficaz para “achatar a curva” da epidemia.

Se não houver medidas eficazes, como por exemplo o isolamento social, nos próximos  30 dias Brasil terá cerca de 24 a 30 mil casos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
São Gonçalo dos Campos - BA
Atualizado às 02h12
23°
Poucas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 22°
23°

Sensação

6.9 km/h

Vento

94.3%

Umidade

Fonte: Climatempo
ESPETINHO DO JOÃO retângulo médio
Municípios
O FRANGÃO retângulo médio
Últimas notícias
ESPAÇO CIDADÃO retângulo médio
Mais lidas
APP R.S. GONÇALO retângulo médio
Anúncio