Dólar comercial R$ 5,2 0.53%
Euro R$ 6,17 +0.49%
Peso Argentino R$ 0,05 +0.52%
Bitcoin R$ 207.542,21 -1.336%
Bovespa 123.576,56 pontos +0.87%
São Gonçalo Denúncia

Sistema de saúde e coordenação de vacinação contra Covid-19 em São Gonçalo voltam a receber duras críticas da população

"A gente esperava que ele fosse fazer algo mais, por ser médico, achamos que ele fosse dá uma assistência melhor, mas infelizmente não é isso"

21/07/2021 11h28 Atualizada há 2 semanas
Por: São Gonçalo Agora
Hospital Municipal Professor José Maria De Magalhães Neto
Hospital Municipal Professor José Maria De Magalhães Neto

O sistema de saúde de São Gonçalo dos Campos tem sido bastante criticado pela população consciente e desapegada à paixão doentia por políticos. Sem medo de respostas ousadas, desrespeitosas ou difamatórias como costumam acontecer no twitter quando a gestão é criticada, cidadãos de bem e que buscam pelos seus direitos estão cada vez mais cobrando e demonstrando insatisfação, principalmente, quando o assunto é saúde pública.

Nesta quarta-feira (21), uma moradora da cidade reclamou com muita propriedade algo que tem acompanhado com relação ao assunto. Segundo a ouvinte que se identificou como Maria e moradora da Pitubinha, o hospital municipal está pela misericórdia, relatou que testemunhou profissionais trabalhando sem os equipamentos de proteção necessários como máscara, luva, falta de medicamentos.

 “A saúde está muito desassistida aqui na cidade, é uma falta de respeito com os moradores, colocamos ele lá na cadeira [o prefeito] apoiamos ele e agora ele está deixando a desejar. A gente esperava que ele fosse fazer algo mais, por ser médico, achamos que ele fosse dá uma assistência melhor, mas infelizmente não é isso que está acontecendo, parece que quem está lá é um leigo e que não entende de nada”.

Sobre a vacinação contra a Covid-19, que acontece na escola Prédio, durante um acompanhamento, a moradora voltou a reclamar e fez uma grave denúncia.

De acordo com Maria, a falta de organização é tão grande que até perderam os documentos RG e cartão do SUS de sua vizinha.

“Pelo que deu para entender não tem enfermeira para organizar, um rapaz estava precisando de atestado para apresentar em seu trabalho, e, eu estava na sala de vacinação, quando uma das meninas falou com uma “enfermeira” por telefone, ela mandou que as meninas rabiscassem o papel e batessem o carimbo dela para o rapaz apresentar no trabalho”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias