2ª FESTA DO VAQUEIRO
POLICLINICA
CSGC---INSTITUCIONAL---BANNER-SITE-790x90px
CSGC---INSTITUCIONAL-MELHOR-COM-VOC---BANNER-SITE-790x90px
Polícia Militar

Crianças pegam carona em viatura após perderem transporte escolar

"Eles estavam bem tristes e ai resolvemos perguntar o que aconteceu. Eles informaram que perderam o transporte".

12/02/2020 17h17
Por: Sandro Araújo
Fonte: SSP/BA

O que era pra ser uma ronda rotineira pelas ruas de Tucano, município a distante 268 Km da capital baiana, se tornou um grande passeio para duas crianças, alunos da escola Zélia de Brito. Os meninos foram esquecidos pelo transporte escolar e garantiram uma carona na viatura da 2ª Companhia do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM/Euclides da Cunha) de Tucano, na terça-feira (11).

“Nós estávamos patrulhando na porta da escola quando vimos os dois meninos sentados. Eles estavam bem tristes e ai resolvemos perguntar o que aconteceu. Eles informaram que perderam o transporte para o povoado de Muriti e não tinham como ir para casa”, contou o comandante da 2ª Companhia do 5º BPM, capitão Duarte Gomes da Silveira.

Os policiais tentaram o contato com o transporte escolar e não tiveram resultado. “Resolvemos levar eles para casa. Colocamos Jeferson e Clebson na viatura, que eles disseram adorar, mostramos todos os equipamentos do carro e eles falaram que sonham em ser policiais no futuro”, afirmou o capitão.

Os garotos, que são amigos de escola, ainda ganharam presentes dos policiais. “Durante bate papo eles falaram da dificuldade financeira que suas famílias enfrentam. Então resolvemos passar no mercado e comprar uma cesta básica para cada, além de biscoitos, doces e salgadinhos”, explicou.

Do município de Tucano até o povoado de Muriti, os policias enfrentaram 40 quilômetros de estrada de barro. “Fizemos a viagem com a estrada bem ruim, chegamos lá já pela noite e encontramos as mães deles que estavam desesperadas sem notícias dos filhos. Elas contaram que não tinham dinheiro pra ir na cidade procurar. Chorando as duas mães agradeceram muito a nossa guarnição”, informou o comandante.

O capitão Duarte conta da emoção que foi devolver os garotos para suas famílias. “Fiquei feliz em ver a alegria dos garotos dentro da viatura e ao ver a ansiedade, medo e também felicidade das mães em receber seus filhos bem em casa”, relatou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.