2ª FESTA DO VAQUEIRO
CSGC---INSTITUCIONAL-MELHOR-COM-VOC---BANNER-SITE-790x90px
CSGC---INSTITUCIONAL---BANNER-SITE-790x90px
POLICLINICA
Janeiro Branco

Palestra aborda Prevenção ao Adoecimento Emocional no município de São Gonçalo dos Campos

“A saúde emocional é o equilíbrio das funções psíquicas, que se revela na capacidade de controlar e gerenciar emoções, resultando no sentimento de bem-estar”.

23/01/2020 09h27
Por: Sandro Araújo
Fonte: ASCOM/PMSGC
Fotos: Edilson Cerqueira
Fotos: Edilson Cerqueira

O início do ano é o momento de planejar as atividades que serão desenvolvidas ao longo dos meses. Entretanto, para obter sucesso é preciso que o corpo esteja bem. Nesse intuito, de debater sobre cuidados psicológicos, a Prefeitura Municipal de São Gonçalo dos Campos, por meio da Secretaria de Saúde, realizou a palestra sobre Prevenção ao Adoecimento Emocional nesta quarta-feira (22). O evento que ocorreu no Hospital Municipal Professor José Maria de Magalhães Neto faz parte da Campanha Janeiro Branco.

Conforme a palestrante e psicóloga Jade Ísis, é necessário reservar um tempo para se observar e cuidar da mente, pois a mente e o corpo são apenas um e quando as coisas não vão bem na cabeça humana, todas as demais coisas acabam prejudicadas. “A saúde emocional é o equilíbrio das funções psíquicas, que se revela na capacidade de controlar e gerenciar emoções, resultando no sentimento de bem-estar”, explicou a psicóloga.

A secretária de saúde, Jaqueline Porto, relata que apesar de ser uma campanha nova, tem um caráter importante para a sociedade, pois levanta o questionamento acerca de temáticas que ainda são consideradas tabus e muitas vezes são tratadas de maneira preconceituosa. “O janeiro branco é dedicado a promoção do autocuidado e busca colocar os temas da Saúde Mental em máxima evidência”, pontuou.

A diretora da unidade, Cláudia Soares, conta que embora o hospital tenha baixas notificações de demandas específicas de saúde mental devido ao trabalho que o município vem desempenhando nas escolas e nas demais instituições, não se deve esquecer que o próprio processo de hospitalização e internamento pode gerar algum tipo de sofrimento emocional. "Se pensarmos a saúde como o bem estar biopsicossocial, toda instituição de saúde é um local adequado para se falar sobre saúde mental. A realização desse evento é muito mais que bem vinda, foi um momento muito importante para os que participaram.", ressaltou.

O município disponibiliza atendimento psicológico por meio do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS I), Núcleo de Apoio à Saúde da Família e no próprio Hospital Municipal Professor José Maria de Magalhães Neto. O interessado deve procurar estas instituições para efetuar o agendamento do serviço.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.