Cirurgião cardiovascular fala sobre os cuidados para manter seu coração saudável no carnaval

De acordo com o Instituto Nacional de Cardiologia (INC) o carnaval vem acompanhado de um aumento no número de derrames e ataques cardíacos. Na opinião do cirurgião cardiovascular, Dr. André Guimarães, alguns fatores contribuem para isso. “Excesso de bebidas alcoólicas, poucas horas de descanso ou de sono entre uma festa e outra, alimentação inadequada, falta de ingestão de líquidos, tabagismo, uso de energético e de outras drogas podem ser os vilões e prejudicar bastante a saúde cardiovascular”, alertou Dr. André.

O cirurgião cardiovascular alerta ainda que no caso de infarto do miocárdio, o ideal é dar entrada no pronto-socorro no máximo em até duas horas após a crise. Em caso de Acidente Vascular Cerebral (AVC), em menos de duas horas.

Seguindo algumas dicas a diversão carnavalesca estará garantida. Certos cuidados básicos fazem toda a diferença para sua saúde e do coração.

Brinque e pule sem exageros

Durante o carnaval o corpo passa por uma estresse físico, como o resultante de dançar ou pular por longas horas seguidas. Isso pode induzir arritmias, desmaios e hipertensão, especialmente em quem já tem alguma complicação cardíaca. Lembre-se que cada pessoa tem seu limite, e é importante respeitá-lo. Não se esqueça do seu, mesmo no meio da empolgação.

Beba com moderação e evite tabagismo

Beber em excesso, usar energéticos, não se hidratar, misturar medicamentos com álcool ou estimulantes podem fazer mal ao coração, em especial se ingeridos juntos. Energéticos em excesso, ricos em cafeína e taurina, podem levar ao descompasso do órgão. E, como eles reduzem a sensação de embriaguez, muitos foliões bebem muito mais do que deveriam. Isso é um grande risco de infarto. Energéticos misturados às bebidas alcoólicas causa com muita frequência crises de taquicardia de longa duração.

Vamos falar de tabagismo? O cigarro é um dos maiores inimigos do coração. O fumo faz acelerar um processo conhecido como oxidação do colesterol e favorece a formação da placa de aterosclerose, que é estopim para o infarto.

Beba água e use roupas leves

Neste caso vale pecar por excesso. Beba bastante água. A desidratação, ocasionada pela falta de líquidos e pela transpiração excessiva, pode provocar quedas de pressão e desmaios. Portanto, a dica é beber bastante água, inclusive água de côco, para repor eletrólitos que são perdidos durante a folia. Nosso país é tropical, e o calor também prejudica o coração, use preferencialmente roupas leves e arejadas, principalmente em ambientes mais fechados como salões.

Evite comida pesada e durma bem

Dormir bem no carnaval é realmente complicado, mas nada como boas horas de sono depois de se juntar aos amigos na folia. Dormir pouco pode provocar hipertensão, agitação, ansiedade e sonolência ao longo do dia. Outra dica é evitar comidas pesadas e gordurosas que podem maltratar o coração.

Por Cristiane Melo

Sandro Araújo

0 Comentários:

Postar um comentário