Fonte da Gameleira foi limpa para a Lavagem de São Gonçalo; "Uma vez no ano", diz morador

As baianas, a Lira Musical Sangonçalense e a grande multidão que todos os anos participam da Lavagem de São Gonçalo dos Campos, poderão se refrescar e recarregar as energias na histórica fonte da Gameleira, que passou por uma grande limpeza esta semana. São as águas da fonte e o respeito por esse local, pelo menos desses participantes, que fazem da Lavagem de São Gonçalo uma das mais conhecidas, hoje, infelizmente, apenas da região.

Há anos atrás essa festa era conhecida em todo o Estado e até levemente fora dele. Milhares de pessoas praticamente se mudavam para São Gonçalo e só partiam após o último minuto da festa. O bloco das baianas era gigantesco e senhoras de inúmeras cidades vinham de graça participar. Algumas para cumprir promessas, também por amor à cidade, devoção ao padroeiro São Gonçalo de Amarante, e também fazer parte de uma das melhores festas do Estado. Grandes atrações também já passaram por aqui. Mais tudo isso aconteceu em outros tempos, infelizmente, o que era grande, acabou pequeno. Este ano, a festa foi organizada praticamente na véspera de seu início. Nem uma divulgação oficial, com folders de sua completa programação, comissão e organização da festa foi divulgada. Mas uma coisa é certa, próximo ano, que é de Eleição, tudo estará concentrado na "famosa" Festa de São Gonçalo.

Os moradores da Gameleira ficaram felizes com a atenção que a prefeitura deu ao local. Um deles disse para nossa equipe que esta atenção só acontece uma vez por ano. "Ainda bem que tem a lavagem e passam aqui pela Gameleira. Só dias antes da festa que capinam o mato, pintam meio fio, limpam a fonte. Então ainda bem que tem a lavagem, se não..."
Rua da Gameleira
Mas nem todas as ruas têm a mesma sorte, como é o caso da Rua José Bonifácio, acesso para a Gameleira e que a lavagem passa bem em frente. Nela não teve limpeza.
Rua José Bonifácio
Vale a pena  ressaltar também um alerta feito por uma moradora sobre a água da Gameleira. Nossa equipe foi ao local constatar e a moradora tem razão. Tudo foi limpo e pintado, mas os tanques onde existem os minadouros não foram abertos e limpos. Portanto não é aconselhável que se beba a água. Sujeira e animais, principalmente peçonhentos em busca de umidade podem ter entrado e morrido dentro desses tanques. Como as transmissões ficam fechadas essa sujeira acumula e com certeza é prejudicial à saúde.
Fonte da Gameleira (hoje)
Fonte da Gameleira (hoje)
Fonte da Gameleira (novembro de 2018)
Fonte da Gameleira (novembro de 2018)
Fonte da Gameleira (novembro de 2018)
Fonte da Gameleira (novembro de 2018)
Por Sandro Araújo

São Gonçalo Agora

0 Comentários:

Postar um comentário