Após falas desencontradas, Bolsonaro pede ‘coesão’ entre ministros Onyx e Guedes

Presidente pediu que ministros da Casa Civil e da Economia abandonem as disputas internas e deem demonstrações de unidade

Após virem a público divergências entre os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia), ainda na primeira semana do novo governo, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) pediu que os dois abandonem as disputas internas e deem demonstrações de unidade.

O presidente pediu “coesão” dos ministros e, apesar de ter sido porta-voz de declarações desencontradas sobre importantes medidas econômicas do governo, determinou aos auxiliares uma espécie de lei do silêncio — técnicos de segundo escalão foram orientados a não ter conversas individuais com jornalistas, segundo informa a Coluna Estadão.

Bolsonaro voltará a se encontrar com os dois nesta terça, em uma nova reunião ministerial. O presidente pretende “alinhar” o discurso da equipe. Além disso, cada ministro terá de apresentar o “inventário” de problemas nas pastas e metas para os cem dias de governo.

Sandro Araújo

0 Comentários:

Postar um comentário