Carlos Germano é citado como "Réu" em processo que apura supostos crimes em seu "Governo"

O prefeito José Carlos da Silva Araújo (Carlos Germano) de São Gonçalo dos Campos, Bahia, foi citado como Réu na sessão ordinária do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), na Ação Penal nº 8020471-56.2018.8.05.0000, que trata das denúncias do Ministério Público do Estado da Bahia (PMBA) referentes aos crimes de responsabilidade e dispensa ou inexigibilidade ilegal de licitação, previstos no art. 1º, II, Decreto-lei nº 201/67; art. 89, caput, da Lei nº 8.666/93, c/c o art. 69 do Código Penal.

O caso está sendo julgado pela II Câmara Criminal do (TJBA), sob a relatoria da desembargadora Soraya Moradillo Pinto.

Andamento do Processo n. 8020471-56.2018.8.05.0000 - Ação Penal - 07/11/2018 do TJBA 

O prefeito Carlos Germano está sendo investigado pelos supostos crimes de responsabilidade e dispensa ilegal de licitação. De acordo com as denúncias do MP, após as Eleições de 2016, pessoas supostamente ligadas a campanha e possivelmente ainda ao governo foram ou estão sendo beneficiadas com contratos administrativos, cargos, empresas, assessorias, contábil e jurídica, composição da procuradoria do município, licitações, prestação de serviços na área de saúde e outras áreas. Só com escritórios advocatícios foram gastos em 2017 quase R$ 900 mil reais.

Em junho de 2018 a desembargadora Soraya Moradillo Pinto autorizou o Ministério Público Estadual a realizar Busca e Apreensão de documentos e informações relacionadas à administração municipal de São Gonçalo dos Campos, na casa do prefeito, Carlos Germano, e nas dependências da prefeitura municipal. Uma guarnição da PM foi solicitada pela procuradoria e acompanhou toda a ação.

Segundo uma fonte ligada ao SGAGORA, o MP também já pediu o afastamento e prisão do prefeito de São Gonçalo, Carlos Germano. Até o esperado momento, continuamos aguardando a decisão da desembargadora Soraya Moradillo Pinto.

Por Sandro Araújo

Sandro Araújo

0 Comentários:

Postar um comentário