Homem é esfaqueado e morto após relação sexual no interior do Rio; vídeo mostra fuga

Rosilene Santaiago da Luz, de 38 anos, foi presa nesta sexta-feira, em Volta Redonda, no Sul Fluminense, após esfaquear Juscelino Natal de Oliveira, de 62, pouco depois de manter relação sexual com a vítima.

O idoso ainda foi levado com vida para o Hospital São João Batista, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo o delegado Celso Gustavo Castello Ribeiro, da 93ª DP (Volta Redonda), a mulher foi autuada em flagrante por crime de homicídio.

Ao prestar depoimento, ela alegou que se relacionava com Juscelino há algum tempo, e que cometeu o crime porque a vítima não pagou um programa de R$ 70 e também não lhe deu drogas como havia prometido.
O crime ocorreu na saída de uma loja, após uma discussão, e foi flagrado por uma câmera de segurança. As imagens que circulam nas redes sociais mostram o idoso já ferido, cambaleando até cair. Rosilene aparece pegando uma mochila rosa que caiu no chão, para, em seguida, deixar o local rapidamente.

A imagem mostra o idoso se levantando e caindo mais duas vezes, até ser amparado por uma pessoa.

Segundo a polícia, Rosilene foi presa pouco depois do crime por guardas municipais. Os agentes também apreenderam a mochila rosa que estava com a mulher.

Na delegacia, ao abrir a bolsa, os policiais encontraram a faca usada no assassinato.

Já ouvimos testemunhas do crime. A vítima e Rosilene se relacionavam há algum tempo e, segundo ela, nessas ocasiões ele sempre pagava uma quantia em dinheiro, além de lhe dar drogas. Roseline confessou o crime e disse que fez isso porque, desta vez, não recebeu o dinheiro nem a droga. Ela vai responder pelo crime de homicídio qualificado, disse o delegado.

Caso seja condenada pelo assassinato, Rosilene estará sujeita a uma pena que pode chegar a até 30 anos de prisão.

Sandro Araújo