Quatro funcionários de clínica são assessores parlamentares de Targino Machado

Funcionários que trabalham na clínica Associação Beneficente Luz da Vida, fechada recentemente pela Vigilância Sanitária, estão lotados no gabinete do deputado estadual Targino Machado. Segundo informações confirmadas pelo Bahia Notícias, quatro servidores da área médica foram nomeados e seguem lotados no gabinete do parlamentar. Entre os assessores estão P. A. R., que trabalha como técnico de enfermagem; E.B.R., que é enfermeira, W. D. S., um médico cirurgião-geral, e B. L. S., médico oftalmologista.

O deputado está sendo investigado pela Polícia Federal por suspeita de corrupção eleitoral. Ele foi flagrado recentemente em vídeo pedindo que uma mulher transferisse o título de eleitor para Feira de Santana, em troca de um procedimento médico (lembre aqui). Em vídeo gravado no dia que a Vigilância Sanitária foi até a clínica, que funcionava de forma clandestina e foi fechada na quarta-feira (17), é possível ver prontuários médicos e receituários com a foto do deputado, semelhante a material promocional de campanha. Também é possível ver, dentro da clínica, a frase “fazer o bem sem olhar a quem”, escrita na parede, ao lado de uma fotografia de Targino Machado.




NOTA DE ESCLARECIMENTO
Há mais de 37 anos me formei em Medicina, profissão que exerço por amor, e que me possibilita ajudar o próximo, minimizando a dor e o sofrimento de muitos que necessitam. E com um detalhe: sem nunca ter cobrado uma consulta.

Realizo esse trabalho com prazer, e não para fazer política. Atendo à população carente em hospitais, casas, clínicas, associações e onde for possível, sempre através de consultas médicas gratuitas em favor dos mais carentes - algo que deveria ser oferecido pelo Estado.

O que me entristece é receber tantos ataques, em período pré-eleitoral, com informações mutiladas e truncadas, sem qualquer respaldo com a verdade. Uma verdadeira “missa encomendada” que tem induzido os veículos de comunicação a erro.

O verdadeiro autor desta estratégia repugnante, buscando saciar sua sede de me atingir, não tem poupado esforços para adotar medidas arbitrárias, como os ataques levianos que levaram ao fechamento de uma Associação que eu e diversos profissionais, incluindo colegas médicos, ajudamos há muitos anos, deixando centenas de pessoas necessitadas sem atendimento - cerca de 300 por dia.

A população carente que necessita do serviço público não prestado pelo Estado perde mais uma vez com o fechamento dessa Associação, que viabiliza diversos profissionais para atenderem gratuitamente à população.

Lamento!

Como sempre fiz, enfrentarei esses ataques de cabeça erguida, com a consciência em paz do que tenho feito ao longo da minha vida pública.

Confio na justiça de Deus e dos homens.

Targino Machado

Do BN

Sandro Araújo