Pelo terceiro mês consecutivo criminosos arrombam e depredam escola de São Gonçalo

Pela terceira vez este ano a Escola Municipal Agripina de Lima Pedreira, em São Gonçalo dos Campos, é vítima do vandalismo. Na madrugada desta segunda-feira, 16, indivíduos voltaram a invadir a escola e destruir tudo que encontraram pela frente. O tamanho do prejuízo ainda não foi calculado pela direção da unidade, mas informações dão conta que fizeram um grande estrago.
No mês de maio indivíduos pegaram um botijão de gás na cantina e levaram até a sala da coordenação, próxima à diretoria, secretaria, sala de informática, fizeram uma espécie de fogueira com livros, o botijão no meio e atearam fogo. Felizmente não aconteceu uma explosão e destruiu seriamente toda a escola. Em junho voltaram a fazer praticamente o mesmo.

Dessa vez, os criminosos quebraram computadores, destruíram fardamentos, material de escritório, documentos, riscaram as paredes, jogaram pratos e talheres em vasos sanitários, reviraram toda a escola. A direção da unidade informou que as aulas estão suspensas até esta quinta-feira, 18.

São Gonçalo tem mais de 50 Guardas Municipais, e nenhum, até que se prove o contrário, trabalha protegendo algum prédio público da cidade. Visivelmente pouco menos de 10 guardas são vistos durante o dia trabalhando, o que já foi motivo até de denúncia  na Procuradoria do Município e Ministério Público Estadual. Veja abaixo

Denúncia envolvendo irregularidades na Guarda Municipal de São Gonçalo aguarda resposta 

Por Sandro Araújo

Sandro Araújo