Travessa João Ferreira em São Gonçalo sofre com obra incompleta; moradores reclamam

A imagem acima é o retrato de uma cidade sem saneamento básico e caminhando o colapso dos esgotos a céu aberto. Estamos falando da Travessa João Ferreira, para quem não sabe, fica no final da Rua Campo Sales, recém-pavimentada, em São Gonçalo dos Campos.

O problema ocorre devido a não conclusão da obra de pavimentação, que, com muito atraso, concluiu apenas a Campos Sales. O sistema de drenagem de águas da rua desemboca em um buraco, que deveria ser uma boca de lobo, e dela escoarem para outro sistema de drenagem, que fica na Rua da Pavuna. Mas como a obra não foi completamente concluída, moradores da Travessa João Ferreira vivem diariamente tendo que suportar o forte odor e as águas correndo como "minadouro" por toda a rua.

Além do buraco aonde seria a boca de lobo existe outro mais à frente, profundo e cheio de larvas. Algumas residências localizadas sentido aos transmissores da rádio São Gonçalo, despejam suas águas na rua, e como não tem escoamento, a situação fica mais complicada. Um agente de saúde que passava pelo local quando a reportagem do SGA registrava a precariedade da Rua, contou que é preciso tratar o local constantemente para evitar a infestação principalmente de Aedes Aegypti, mosquitos da dengue.

"Quase todos os dias alguém passa por aqui e coloca produto. Já alertamos várias vezes, a vigilância sanitária também precisa fazer uma intervenção aqui. O problema é sério, ninguém suporta mais tantas muriçocas.", disse.

De acordo com o prefeito Carlos Germano, em resposta aos moradores da referida Rua, a conclusão da obra ocorrerá até o final do próximo mês, julho. Durante uma coletiva de imprensa para tratar da realização do São João, o prefeito também anunciou que convocará outra coletiva, essa para anunciar pacote de obras para a cidade, onde entre elas estarão sendo realizadas diversas pavimentações.

O que se sabe na cidade é que a prefeitura passa por sérios problemas financeiros e até a folha de pagamento vem sendo paga com muito custo. O governo municipal explica que o problema se deve a queda nos repasses do Governo Federal e a crise que o país atravessa. Vale salientar que volta e meia ocorrem também alguns sequestros de verbas relacionadas ao INSS. A gestão esclarece que os sequestros ocorrem devido a erros do órgão no reconhecimento do pagamento.

Aos sangonçalenses só resta esperar e torcer para que tudo anunciado seja concretizado. Sem recursos próprios para tocar essas obras, o prefeito trabalha para que emendas possibilitem suas execuções.


Por Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo