Jovem é morta e tem corpo carbonizado após briga com ex

Na cidade de Tanhaçu, localizada no sudoeste do estado, uma jovem de 22 anos foi morta e teve parte do corpo carbonizado pelo ex-companheiro no domingo (15), depois de uma discussão motivada por ciúmes. Na manhã desta segunda-feira (16), o corpo de Silvanilda dos Santos Pinto foi encontrado dentro de uma vala.

O ex-companheiro da jovem, Edson Gomes da Silva, de 41 anos, foi preso suspeito do crime e confessou ter matado a vítima, como informou a polícia. De acordo com o delegado titular da cidade, Edson Santos Souza, o suspeito contou em depoimento que discutiu com a jovem depois de ela ter recebido uma ligação de outro homem, durante um encontro com ele.

Os dois estavam separados, no entanto, se encontravam às vezes. “Ele [suspeito] disse que um cara ligou para ela [vítima] e ele ficou com raiva. Eles discutiram, ele deu uma gravata na jovem e ela ficou desacordada. Ele disse que chegou a bater no rosto dela para ela acordar, mas ela não acordou. Sem saber o que fazer, ele jogou o corpo dela em uma vala, foi em casa, pegou gasolina e ateou fogo”, disse o delegado.

Segundo o site G1, a polícia conseguiu chegar até ele pois sabia que o casal costumava brigar quando estava junto, já que a vítima já havia registrado ocorrências de agressão na Delegacia de Tanhaçu. Edson Gomes da Silva será encaminhado para encarceramento na 20ª Coordenação de Polícia Civil do Interior (Coorpin), em Brumado.

O corpo de Silvanilda foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) da mesma cidade. Não se sabe a respeito do sepultamento da vítima.
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo