Completando 20 anos de Micareta, Djalma Ferreira desfilará homenageando o ritmo Dance em 2018

Aos 33 anos de carreira musical, Djalma Ferreira, emblemático artista feirense, cantará mais uma vez ao público de Feira de Santana na Micareta 2018. Com o figurino voltado à música Pop Black, o cantor conta como pretende levar o seu repertório aos foliões, nesta quinta-feira, 19.

“Faremos a exibição de músicas como Dancin’ Days, do grupo As Frenéticas, Assim Caminha a Humanidade, de Lulu Santos, e, partindo para o internacional, Love Is In The Air, do cantor escocês, radicado na Austrália, John Paul Young”, disse Djalma.

Vale lembrar que o cantor não vai descartar o Axé Music, que, segundo ele, é a melhor das opções de repertório para cantar numa festa da magnitude que tem a Micareta de Feira.

“(O repertório Axé Music) Não esquenta a cabeça de ninguém, muito menos a minha. Vamos descer (o circuito) com todos os hits do passado. Ah! Antes que eu esqueça, não vou cantar músicas novas, em respeito aos artistas que gravaram grandes sucessos, tais como Daniella Mercury, Ivete Sangalo e Margareth Menezes, mesmo sabendo que Baldinho de Gelo, de Claudia Leitte, é uma música contagiante”, explicou.

Ao falar de hits antigos, Djalma Ferreira citou Dona Ivone Lara, que morreu nesta terça-feira, 18, como um ícone do samba.

“Dona Ivone Lara é Dona Ivone Lara. Continuará sendo o passo de qualquer iniciação de repertório e em qualquer lugar que a música esteja, ela será lembrada. Sonho Meu, Alguém Me Avisou, todas essas músicas marcaram época e fizeram dela essa estrela do samba”, lembrou.

Em 2018, Djalma comemora o aniversário da música TêTêTê, considerada por ele o carro-chefe do seu trabalho.

“TêTêTê nasceu em 1990 e elevou o meu trabalho. Tipo assim: ‘O cantor de uma música só, que teve o carisma espalhado, e, dentro do tempo certo, o sucesso garantido’”, contou ele.

O cantor, ainda, participará novamente do tradicional Bloco Bacalhau na Vara, sábado, 21, com Dilma Ferreira e um convidado especial: Ismael Oliveira.

“Ismael é um cara incrivelmente carismático, com uma musicalidade sertaneja profunda dos clássicos. Além disso, tem trabalhos inéditos e traz no seu repertório músicas de Almir Sater, do próprio Wesley Safadão, dentre outros”, afirmou o cantor.

“Faço o convite aos amantes das Marchinhas. Estarei com Dilma Ferreira no Bacalhau, mais um ano, fazendo o melhor das Marchinhas de Carnaval ao público feirense. Não perca!”, finalizou.

Micareta de Feira 2018
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo