Após esbanjar dinheiro falso no comércio, quadrilha é presa no "escritório do crime”

Um casal e um adolescente de 16 anos foram presos no início da noite desta quarta-feira (11), pela Polícia Militar de Ibicaraí, após serem flagrados “esbanjando” mais de R$ 6 mil em notas falsas. Leonardo Félix da Silva, “o Galego”, apontado como líder da quadrilha, Vanessa Sousa Castro e o menor foram levados para a delegacia daquela cidade, onde foram ouvidos pela delegada titular, Ana Paula Gomes.

O grupo, que chegou a distribuir o dinheiro falso no comércio de Ibicaraí, provocando baques financeiros aos comerciantes, havia alugado uma casa há cerca de 15 dias, quando Leonardo chegou do Espírito Santo. O imóvel era usado como “escritório do crime”. Os golpes na Bahia, que também fizeram vítimas no município de Floresta Azul, já haviam sido planejados pela quadrilha.
A polícia acredita que o bando é formado por um número bem maior de pessoas, uma vez que no celular dos acusados foram encontradas inúmeras conversas com os comparsas de outros estados. Além dos aparelhos, foi apreendida uma agenda, com toda movimentação dos criminosos.

Sandro Araújo