Deputado Targino Machado denuncia falta de água potável em São Gonçalo dos Campos

O deputado estadual Targino Machado, em pronunciamento desta terça-feira (13), na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), denunciou a crueldade com a falta de água no município de São Gonçalo dos Campos. Segundo o parlamentar, localidades rurais da cidade está sofrendo com a falta de água para o consumo humano. Targino cobrou providências do Governador, pois a cidade está padecendo com a falta d'água devido a seca e pelo péssimo abastecimento feito pela Embasa.

“Comunidades rurais de São Gonçalo dos Campos pedem socorro por falta d'água. Localidades rurais da minha terra vem sofrendo ao longo dos anos, e muito, com a falta de água para o consumo. A triste realidade é vivida diariamente por centenas de moradores que, sem esperança e com dezenas de promessas, não tem mais para quem apelarem. A situação está insustentável nos povoados de Santana de Itaquari, Carrapato, Cajueiro, Ilha da BR 101, Candeal, Brita, Britinha e Bom Jardim. As recentes chuvas vem trazendo alento para os moradores da zona rural do município de São Gonçalo dos Campos no tocante a água para uso dos animais, mas, a falta de fornecimento de água potável pela Embasa vai continuar maltratando a população desses povoados importantes da cidade de São Gonçalo dos Campos. A triste realidade é que o povo de São Gonçalo dos Campos ou morrem de tiro ou está morrendo à míngua por falta de água. Que Deus leve misericórdia ao coração do Governador Rui Costa e ele possa se sensibilizar ao abrir a torneira do Palácio de Ondina, que não falta água e ele não paga conta, pois o povo da Bahia lhe deu um castelo para ele morar e a soberba contaminou o Governador, esquecendo do povo. São Gonçalo dos Campos e tantas outras regiões estão sofrendo por falta d'água. Ainda ontem falei de povoados do município de Candeal que também estão sofrendo, mas de uma forma diferente. O Governo gastou o dinheiro, fez a rede de extensão de água e há 3 anos que está pronta e o povo ainda não teve a condição de abrir a torneira pra ver a água jorrar”

Ascom/Dep. TM
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo