Investimentos do Estado na Saúde em Feira de Santana ultrapassaram R$ 50 milhões

É lamentável que o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, não esteja bem informado quanto aos investimentos realizados pelo Governo do Estado no município que dirige e venha minimizar todo o esforço que vem sendo feito para melhorar as condições de viada população de Feira, sobretudo na área saúde. 
Foto: Manu Dias
Somente na obra mais recente realizada no município pelo Governo do Estado, foram investidos mais de R$ 7,5 milhões na implantação da Maternidade Regional de Feira de Santana, dotando a região da segunda maior maternidade pública da Bahia. Apenas em equipamentos, foram aplicados mais de R$ 5 milhões. Já as obras, foram realizadas com recursos da ordem de  R$ 2,5 milhões e garantiram a implantação de mais de cem novos leitos de maternidade em Feira, sendo 30 e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 28 de Cuidados Intermediários (UCI). Somente em custeio, a maternidade vai exigir recursos superiores a R$ 30 milhões por ano.

Já a Policlínica Regional de Saúde, em fase avançada de construção, será inaugurada em abril de 2018, com investimento de R$ 24 milhões e oferecerá exames que a rede pública municipal e Feira de Santana hoje adquire inteiramente na rede privada, tais como ressonância magnética e tomografia computadorizada. 
Foto: Manu Dias
O prefeito rapidamente também esqueceu que a Unidade de Pronto Atendimento 24  horas (UPA tipo III), a maior UPA do interior do estado, inaugurada em setembro de 2016, contou com investimentos da ordem de R$ 4,3 milhões, isso sem contabilizar  mais de R$ 13 milhões de custo anual de manutenção.

Ascom/Sesab
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo