residencial Sargento da 67ªCIPM é assassinado em Feira. PM já trabalhou em São Gonçalo - São Gonçalo Agora

Sargento da 67ªCIPM é assassinado em Feira. PM já trabalhou em São Gonçalo

O sargento da Polícia Militar Aílton Nascimento da Silva, conhecido como Careca, 49 anos, foi morto em Feira de Santana, no início da manhã desta quarta-feira (15). A vítima foi atingida com vários tiros, inclusive de fuzil na rua Quirinópolis, no bairro Brasília, após receber uma ligação e sair de casa.

O PM foi socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), mas não resistiu. Segundo ocorrência policial, o sargento foi surpreendido por indivíduos a bordo de um veículo Cruizer, branco, que se aproximaram e efetuaram os disparos. Os investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), ainda não sabem a autoria e a motivação do crime.

Sargento Ailton trabalhava em São Gonçalo dos Campos, e em março deste ano participou da prisão em flagrante de Lucileide Silva de Jesus, presa com uma grande quantidade de maconha, crack, dinheiro oriundo do tráfico e uma balança de precisão. RELEMBRE

O PM TAMBÉM JÁ CUMPRIU PENA

Algo coincidente é o fato da vítima recentemente ter sido inocentada da acusação da morte do empresário Gil Porto, fato ocorrido em 2014. O empresário do ramo imobiliário foi executado dentro do seu carro no Largo São Francisco, bairro Kalilândia. O sargento foi preso em agosto de 2014, mas conseguiu liberdade provisória em outubro de 2016, concedida pelo ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Em 19 de abril deste ano, outro suspeito de participação na morte do empresário foi assassinado em Feira de Santana. Eliomar Alexandre Rocha Nunes, também conhecido como "Bunda Branca", executado dentro de um carro na rua Irã, bairro Caseb, em frente à casa da mãe.

Nota da PM

O Comando da Região Leste anuncia o falecimento do sargento PM Ailton Nascimento da Silva de 49 anos, na manhã desta quarta-feira (15). Segundo informações preliminares, por volta das 5h55min,na porta da sua residência, quando foi surpreendido com vários tiros de arma de fogo, o autor estava em um veículo de cor branca, dados ignorados, fugiu do local. A Polícia Militar ainda não tem autoria e a motivação do crime.

O comando da Região se solidariza neste momento de dor e luto, com a família e amigos do policial. Sargento Ailton Nascimento, estava lotado na 67ª Companhia Independente, deixa esposa e dois filhos.

São Gonçalo Agora/Central de Polícia
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo