residencial Prefeito de São Gonçalo diz que Zé Neto atrapalha a chegada de investimentos para a cidade - São Gonçalo Agora

Prefeito de São Gonçalo diz que Zé Neto atrapalha a chegada de investimentos para a cidade

Na tarde desta terça-feira (25) o prefeito de São Gonçalo dos Campos, Carlos Germano (PP), participou do programa Planeta Notícia pela Rádio São Gonçalo, apresentado por Sandro Araújo, e, durante cerca de uma hora e meia, esteve abordando diversos assuntos relacionados à sua administração, que caminha para o sétimo mês do governo "Novos Tempos".

Falando sobre o aniversário da cidade, comemoração dos 133 anos de Emancipação Política na próxima sexta-feira, dia 28, Germano confirmou sua presença e de seu secretariado na programação prevista para início às 5h com a Alvorada, depois Missa Solene na Igreja Matriz às 9h, Hasteamento dos Pavilhões às 10:30h e Sessão Solene com entrega de Títulos de Cidadão São Gonçalense e Medalha 28 de Julho às 11h na Câmara Municipal.

À tarde, por volta das 15h, o prefeito mais integrantes de seu governo estará inaugurando as pavimentações da Rua Bruno Lacerda, Campo Sales e Tibério Pedreira. A prefeitura também está concluindo a pavimentação da Av. Arthur Magalhães, porém segundo o prefeito não será possível sua inauguração devido a contratempos com a Coelba relacionados a relocação de postes e rede elétrica, além do período chuvoso que também tem impedido os trabalhos no canteiro de obras. O problema é que: este atraso, também tem prejudicado moradores da Avenida, tanto no que diz respeito ao tráfego no local como guardarem seus veículos em garagens.

O prefeito citou que depois de alguns anos São Gonçalo volta a contar com inaugurações no aniversário da cidade. Indagado sobre a existência de um cronograma de pavimentação para os próximos meses, Germano falou que não existe e que a escolha acontece com as ruas mais necessitadas de atenção, a exemplo das escolhidas e que serão inauguradas. Durante a entrevista ouvintes também cobraram pavimentação na Rua do Maracanã, que há anos tem esgoto a céu aberto, Rua João Teles (Fontinha), além de manutenção em estradas vicinais.

Carlos Germano falou das dificuldades na administração por causa da queda na arrecadação, mas que mesmo com isso realizou reformas em unidades de saúde, escolas e ainda este ano estará reformando e entregando seis Creches na cidade. Cerca de dez Creches estão fechadas desde o início do ano por falta de condições em oferecer tudo o necessário para as crianças. Este problema também foi motivo de reportagem de uma emissora de TV da Região, que mostrou detalhadamente as péssimas condições das unidades.

Falando de outras melhorias para a população, o prefeito ressaltou a formulação dos Planos Municipais de Saneamento Básico e de Saúde discutidos durante conferências na semana passada. Com a criação do PMSB o município dar um largo passo para futuramente contar com serviços que garantem a implementação da distribuição de água, tratamento de esgoto, drenagem e escoamento de águas pluviais, e descarte de resíduos sólidos. Entre as melhorias na ária da saúde, Germano falou da reforma geral do Hospital Municipal, Clínica da Mulher e a Casa de Parto. Para custear essas melhorias o prefeito disse que buscará emendas de autoridades políticas que tiveram votos na cidade, a exemplo de uma promessa já existente, no valor de pouco mais de um milhão de reais sinalizada pelo Deputado Federal Benito Gama (PTB-BA), que concretizada, será investida na revitalização das estradas rurais da cidade.

Na manhã desta terça-feira (25), o prefeito esteve em reunião com o Conselho Comunitário de Segurança de São Gonçalo (CONSEG), onde foi discutido a retomada do projeto de implantação do Sistema de Videomonitoramento. A reunião com o CONSEG encerrou minutos antes da entrevista ao programa, onde também foi abordado este assunto e repassada algumas das informações sobre a reunião, que teve a participação do presidente do conselho, Pedro D'Afonseca, vice-presidente, Rodrigo Gavazza, a Promotora de Justiça, Drª Laíse Carneiro, Rita Barreiros entre outros integrantes.

De acordo com o vice-presidente do conselho, foi solicitado do governo um levantamento do real valor gasto na compra de parte dos equipamentos, como dez câmeras de alto definição, uma mesa de monitoramento mais a torre de transmissão. Também foi discutida a participação da prefeitura na formulação de um novo levantamento de equipamentos, sua compra, implantação e funcionamento do sistema por definitivo. Segundo o prefeito durante entrevista, toda solicitação será atendida, porém também será necessário um processo licitatório para a compra de mais trinta câmeras, assim como todo o restante dos equipamentos. Ainda segundo o prefeito, com base em análise de um técnico da área, o material já comprado e que não corresponde a 50% do necessário não servirá mais para a implantação do sistema.

O CONSEG também sugeriu que a base de videomonitoramento seja instalada no prédio onde funcionava a Secretaria de Agricultura, assim como a sede da Guarda Municipal, por se tratar de uma área no centro da cidade e com espaço mais que suficiente. De acordo com Germano, também será cobrada do Governo do Estado a construção de um Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) no mesmo local, onde servirá para abrigar as polícias Civil e Militar.

Indagado sobre o Deputado Estadual, Zé Neto (PT), ser o líder de governo e possível responsável em viabilizar junto ao mesmo os investimentos para a região, tendo em vista que nada chega através do mesmo para São Gonçalo, Carlos Germano afirmou que:

"Se sente triste do Governador Rui ter o Dep. Zé Neto como Líder - a gente apoiou Rui, Otto, e tivemos uma decepção. Não tivemos nenhum aqui no palanque do prefeito Carlos Germano - já foi uma falha deles, e nem o Dep. Zé Neto como líder do governo, que deveria se comprometer, teve voto aqui no município, nem isso também fez. E eu vejo, que tudo que não está vindo para São Gonçalo, quem está atrapalhando se chama Zé Neto," disse Germano, finalizando ainda que:

"Ou o Governo vem diretamente, ou se tiver Zé Neto à frente para responder por São Gonçalo, vai ser difícil. E eu vou ter uma conversa com Rui, se não vou dizer... Governador lavo minhas mãos para o governo e lavo também para senador. Não vou apoiar que não apoia o governo Carlos Germano, quem não apoia minha cidade".

Ouça um trecho da entrevista



Por Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

About Sandro Araújo