residencial "Prefeito Marcelo está desrespeitando o TJ", dizem concursados de Governador Mangabeira - São Gonçalo Agora

"Prefeito Marcelo está desrespeitando o TJ", dizem concursados de Governador Mangabeira

Os aprovados no Concurso Público/Edital 001/2015 da Prefeitura de Governador Mangabeira, no Recôncavo baiano, homologado em 8 de abril de 2016, estão cobrando do prefeito Marcelo Pedreira (PP) suas contratações, como determina uma Ação de Agravo de Instrumento do dia 02/05/17 da desembargadora Dinalva Gomes Laranjeira Pimentel do Tribunal de Justiça (TJ) da Bahia.

De acordo com os concursados, o concurso chegou até ser suspenso após a Juíza Drª Marcela Bastos da comarca local acatar uma Ação Popular encabeçada pelo prefeito Marcelo, que também é advogado, e vereadores de sua base. Com o acato da ação 30 concursados empossados no dia 04/10/16 mais 79 que seriam empossados posteriormente tiveram a suspensão de suas admissões.

Para ganharem na Justiça o Agravo de Instrumento os concursados contrataram o advogado Dr. Felipe Montenegro, que após entrar com as intervenções necessárias junto ao TJ derrubou a liminar da Juíza local.

Ainda de acordo com os concursados na manhã de terça-feira (30) eles compareceram à Sessão Ordinária na Câmara de Vereadores da cidade para pedirem ajuda dos Edis. Mas dos oito legisladores da Casa apenas um se pronunciou com relação ao concurso. Nossa reportagem tentou entrar em contato por telefone na manhã desta quinta (01) com a prefeitura da cidade, mais só dava ocupado.

Os vereadores são: Grande do Portão (PRTB), Tia Conce de Toinho de Zuquinha (PPS), Luciano Cunha (PTB), Fabio de Telinho (PP), Mario Santana (DEM), Albano Fonseca (PDT), Gal (PTN) e Eliza de Domingas (PSD), Dr, Coi (PMB), Tina Teles (PSDC) e Dr. Edgar (PEN).

O Concurso Público foi realizado para atender as seguintes vagas:

Nível Fundamental: Eletricista (2); Auxiliar de Serviços Gerais (10); Gari (10); Motorista CNH C (4); Motorista CNH D (7); Operador de Máquina Pesada (2); e Vigilante (6).
Nível Médio: Recepcionista (4); Pajem (5); Guarda Municipal (15); Fiscal de Tributos (2); Fiscal de Obras e Postura (1); e Auxiliar Administrativo (7).
Nível Superior: Advogado (1); Contador (1); Assistente Social (1); Nutricionista (2); Psicólogo (2); Pedagogo (10); Professor nas disciplinas de Artes (2); Ciências (5); Educação Física (7); Geografia (6); História (4); Informática (3); Língua Estrangeira/ Inglês (3); Matemática (4); e Língua Portuguesa (4).

Os salários variam de R$ 788,00 a R$ 1.500,00, pelo desempenho de atividades em jornadas semanais de 20h, 30h e 40 horas, conforme o que for especificado para cada função. Para avaliar os participantes foram aplicadas Provas Objetiva, de Títulos e Prática, cujo resultado final está válido por dois anos, e pode ser prorrogado, a critério da Administração.

Por Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo