residencial Ministério Público intensificará atuação durante a Micareta de Feira de Santana - São Gonçalo Agora

Ministério Público intensificará atuação durante a Micareta de Feira de Santana

Durante o período de 18 a 21 de maio, promotores de Justiça e servidores do Ministério Público estadual intensificarão a atuação da instituição na tradicional Micareta de Feira de Santana. O trabalho que será realizado no período foi apresentado na tarde desta segunda-feira, dia 08, na sede da Promotoria de Justiça Regional, no município. “O papel do Ministério Público é contribuir para que a Micareta, que já é um evento de sucesso, seja ainda melhor. Nosso trabalho pretende assegurar que os direitos da população, tanto dos moradores de Feira de Santana quanto dos visitantes, sejam atendidos”, afirmou a procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado.
Os trabalhos que estão sendo desenvolvidos pelo MP com foco na micareta – como reuniões, ações preventivas e recomendações expedidas – foram apresentados pelo promotor de Justiça Tiago Quadros, que coordena o grupo que estará de plantão na festa. O Ministério Público atuará em um posto fixo, na sede da Promotoria (localizada na Av. Getúlio Vargas, n. 1.347), e de forma itinerante, com visitas a postos policiais, unidades de saúde, conselhos tutelares, centros de acolhimento de crianças e adolescentes, delegacias e ao circuito da festa. “O nosso propósito é dar uma contribuição diferenciada à Micareta de Feira de Santana. Nós já queríamos participar de forma mais efetiva deste evento”, afirmou ele, agradecendo à procuradora-geral de Justiça por ter estimulado o desenvolvimento do trabalho. 
A intensificação da atuação do Ministério Público em grandes eventos foi iniciada em fevereiro deste ano, no carnaval de Salvador, quando promotores de Justiça e servidores foram para as ruas realizar fiscalizações, orientar os foliões e resguardar os direitos da população. “A ideia do projeto foi integrar várias áreas do Ministério Público para atuar juntas no carnaval”, explicou a promotora de Justiça Lívia Vaz, coordenadora do projeto em Salvador. Segundo ela, nestas festas há situações de grande vulnerabilidade da população.
“O nosso objetivo é garantir o acesso aos serviços públicos e aos direitos fundamentais dos cidadãos”, disse. Feira de Santana será o primeiro município do interior a receber o projeto que, segundo a chefe do MP, deverá ser ampliado para outros eventos do estado. O lançamento da atuação do MP na Micareta contou com a participação de representantes da sociedade civil, da imprensa, de instituições parceiras e de autoridades locais, como o prefeito José Ronaldo e o secretário de Cultura Edson Borges.

Cecom/MP
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo