residencial Ministério da Saúde avalia situação da febre amarela com estados e municípios - São Gonçalo Agora

Ministério da Saúde avalia situação da febre amarela com estados e municípios

A Comissão Intergestores Tripartite (CIT) realizou, nesta quinta-feira (30), reunião para avaliar a situação de vacinação contra febre amarela no país. Participaram os presidentes do Conass (Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde) e Conasems (Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde) e o ministro da Saúde, Ricardo Barros, além dos secretários de saúde dos estados da Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pará e secretários dos municípios de São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.

O Ministério da Saúde reiterou a prioridade da vacinação nas áreas de bloqueio, com recomendação, em decorrência dos casos de febre amarela em humanos ou mortes de macacos com exame positivo para febre amarela. A recomendação atende a orientação da OMS (Organização Mundial de Saúde), de somente promover a imunização em áreas de risco.

Na reunião também foi avaliado o atendimento da população que tem ido aos postos de saúde em áreas onde não há recomendação de vacinação.

O Ministério da Saúde receberá até a próxima terça-feira (4) as demandas dos estados de doses extras de vacina contra febre amarela para a vacinação das áreas de risco e a avaliação das necessidades das áreas sem recomendação de aplicação da vacina. No dia, será realizada reunião para decidir as estratégias para atender as solicitações, conforme disponibilidade do produto e de insumos.

No encontro, serão analisadas também estratégias respaldadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como o fracionamento da vacina. Nesse caso, uma quantidade menor da vacina é aplicada (1/5), garantindo a proteção do indivíduo por um ano.
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo