residencial "Futuro Complexo Policial de São Gonçalo dos Campos": Utopia Sangonçalense - São Gonçalo Agora

"Futuro Complexo Policial de São Gonçalo dos Campos": Utopia Sangonçalense

Cenário de total abandono e pouco caso com o suor do povo sofredor que paga seus impostos e sonha ter em troca melhores condições de vida. Educação e Segurança. Duas promessas para este prédio público que não deram certo.

O local, onde funcionava uma escola, foi doado pela Prefeitura Municipal de São Gonçalo para abrigar as Polícias Militar e Civil, Guarda Municipal e Base de Videomonitoramento. De acordo com pronunciamento do ex-prefeito "Furão", semanas antes de sua renúncia, durante visita ao prédio abandonado e na presença de autoridades policiais da 67ª CIPM, que vistoriavam também as instalações do "Futuro Complexo Policial" da cidade, as obras de adequações da "sonhada" unidade seriam de responsabilidade da prefeitura e com "recursos próprios".
Não só o povo dessa cidade que não ver a hora de uma solução para a "insegurança pública", como as as autoridades policiais, principalmente quem trabalha na área de segurança de São Gonçalo até acreditaram estar diante da tal sonhada solução. Placas foram colocadas com o aviso: "Estamos em Reforma - Futuro Complexo Policial de São Gonçalo dos Campos - Governo da Nossa Gente". Dias após, total abandono e descaso. Como se as pessoas que estiveram no local, no dia da vistoria, fossem um bando de "babacas". Com todo respeito.

Nada, absolutamente nada foi feito até hoje (02). A cada dia o prédio se deteriora com o tempo. O mato é o primeiro a denunciar o cenário de total desprezo pelo tal "Futuro Complexo Policial". A cidade segue sem delegacia, pois a PC trabalha em uma casa alugada, a PM se aloja em um prédio histórico onde funcionava a antiga delegacia, cuja estrutura não atende às inúmeras necessidades do pelotão.
Com o Sistema de Videomonitoramento, já foram gostos no mês de agosto de 2015, algo entorno de R$ 600 mil com a compra das câmeras, que não se sabe onde estão, e equipamentos anunciados que nunca foram vistos chegar na cidade. Em coletiva, o governo municipal anunciou que o sistema estaria funcionando no fim do ano de 2015. Depois adiou para início de 2016, e agora não existe mais previsão nenhuma.

A empresa Exemplo Comercio e Serviços de Informática LTDA ganhadora da licitação é a responsável pela instalação do sistema, projeto do CONSEG - Conselho Comunitário de Segurança, Ministério Público e Prefeitura Municipal. A ideia inicial sobre a implantação do sistema foi apresentada pelo CONSEG no dia 10 de março de 2015, na Câmara de Vereadores de São Gonçalo.

São Gonçalo Agora
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo