"Sarau Vivo Arte" prestará homenagem ao artista plástico "Caboclo" em São Gonçalo - São Gonçalo Agora

"Sarau Vivo Arte" prestará homenagem ao artista plástico "Caboclo" em São Gonçalo

Estudantes e membros da classe artística de São Gonçalo dos Campos, convidam à todos para participarem nesta sexta-feira, 4 de novembro, do Sarau Vivo Arte, que prestará homenagem ao pintor e artista plástico Carlos Pedreira, o “Caboclo” de São Gonçalo dos Campos. O evento terá início às 19h, no Espaço Alegria da Criança. Apresentações de teatro, dança, canto e poesia fazem parte da programação do evento e de homenagens à vida e obra do artista filho da terra.

No próximo sábado, dia 5, Dia Nacional da Cultura, uma Levada Cultural que contará com a presença da Lira Musical Sangonçalense, sairá às 16h da Praça da Matriz com destino à residência de Caboclo, na Rua Professor Dionísio Assunção (próximo ao Pontilhão), local onde acontecerá uma exposição com telas do artista.
Conheça Carlos Pedreira

O gosto pela arte começou quando ele ainda era criança. O ato rotineiro de uma professora do primário em sempre incluir desenhos e pinturas nas atividades diárias despertou o interesse do menino Carlos Pedreira para o mundo dos traços e cores. Assim, começa a história vitoriosa do artista plástico “Caboclo”, nascido em São Gonçalo dos Campos, em 30 de maio de 1923.

De família humilde, mas possuidor de um talento brilhante, Caboclo, então jovem, começou a desenvolver a sua técnica artística expressando em cada trabalho traços fortes e de grande definição.

Dono de um estilo próprio e inovador para a época, fez com que o seu nome se tornasse respeitado pelos demais artistas do gênero e conquistava a cada dia o reconhecimento dos colecionadores e admiradores das suas obras.

Em 1938, o artista entrou para a Escola Técnica da Bahia, em Salvador, como aluno do curso de marceneiro, onde também se tornou mestre no assunto. A sua paixão pela pintura, o fizeram dividir espaço por muitos anos entre as duas atividades. Em 1976, Carlos Pedreira, ou simplesmente Caboclo, realizou a sua primeira exposição de quadros em Feira de Santana.

Fora do seu ateliê, também são diversas as obras artísticas realizadas e assinadas por ele. Muitos casarões e prédios de São Gonçalo dos Campos e região tiveram o privilégio em terem as suas paredes customizadas ou restauradas pelo artista, com pinturas dos estilos barroco e impressionista.

Aos 93 anos de idade, com a visão pouco debilitada e sobre uma cadeira de rodas, Caboclo ainda mantém o gosto pela pintura e continua confeccionando belas obras.

“A arte significa muito na minha existência. Sempre expressei o que sinto nos meus quadros espalhados por esse mundo a fora, e continuarei colorindo a vida a cada dia. Jovens, usem a arte para preencher as suas vidas. Pelo amor de Deus, digam não às drogas!” falou Carlos Pedreira, o Caboclo.

São Gonçalo Alerta
Compartilhe no Google+

About Sandro Araújo