Uefs realiza 10ª Feira do Semiárido até esta quinta-feira (27) - São Gonçalo Agora

Uefs realiza 10ª Feira do Semiárido até esta quinta-feira (27)

A 10ª Feira do Semiárido, realizada pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), com parcerias, prossefue até esta quinta-feira (27), no campus da instituição. O evento tem foco no tema ‘A relação campo-cidade e os desafios para os territórios’ e reúne representantes de 27 municípios baianos, buscando promover diálogo e troca de experiências entre comunidade acadêmica e externa sobre a região.

A estimativa da organização é que seis mil pessoas passem pelo local. Nesta edição, são 50 estandes com produtos da agricultura familiar e de grupos da economia solidária. A Associação de Moradores do povoado de São Nicolau, do município de Santa Bárbara, está comercializando itens como almofadas, bonecas de pano, fantoches e porta documentos. O preço dos produtos varia de R$ 5 a R$ 50. “A nossa expectativa é vender muito, mas também queremos divulgar nosso trabalho e conhecer e aprender com os outros artesãos”, afirma a artesã Sara Martins.
O evento está sendo realizado no Hangar (atrás do Auditório Central) e é aberto à visitação de 8 às 20h. No local também é possível encontrar alimentos, bebidas artesanais, acessórios de couros, confecções, plantas e livros. No estande da Associação Regional da Escola Família Agrícola do Sertão, do município de Monte Santo, tem geleia, doce e licor de umbu e maracujá, além de óleo de licuri, para hidratar cabelo e pele, e azeite de licuri, para substituir o óleo de soja na alimentação.
Professores, alunos e pesquisadores de diversas instituições do País participam da feira que, entre assuntos, discute desenvolvimento territorial e gestão social, agricultura familiar, economia solidária e agroecologia, identidade cultural e regional, estratégias de convivência com o semiárido, educação do campo, direitos humanos e saúde. “É um evento importante porque congrega várias instituições governamentais e não governamentais para discutir os problemas e as potencialidades do semiárido, sendo um momento de reflexão e de propor políticas para a região”, afirma a coordenadora da Feira, Sônia Coutinho.
A feira foi organizada também pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IFBaiano), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba), Movimento de Organização Comunitária (MOC), Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Feira de Santana (Sintraf), Centro de Apoio aos Trabalhadores Rurais de Feira de Santana, Centro Público de Economia Solidária da Bahia (Cesol), Colegiado de Desenvolvimento Territorial (Codeter Portal do Sertão), Planterr e Incubadora de Iniciativas de Economia Popular e Solidária da Uefs.

Fonte: Ascom/Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) 
Compartilhe no Google+

About Sandro Araújo