residencial Policiais Civis ameaçam entregar cargo caso as negociações com o Estado não avancem - São Gonçalo Agora

Policiais Civis ameaçam entregar cargo caso as negociações com o Estado não avancem

Na manhã da última sexta-feira (16), os Policiais Civis decidiram, em assembleia geral extraordinária, pela entrega dos cargos de confiança caso às reivindicações junto ao Governo do Estado não avancem. O encontro, que aconteceu na Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia, reuniu Investigadores, Escrivães e Peritos Técnicos de Polícia Civil.

De acordo com o presidente da SINDPOC, Marcos Maurício, caso não haja avanço, a medida deve adotada em outubro. “Estamos abertos para dialogo, mas se as demandas não avançarem no final de outubro todos os Policiais Civis da Bahia irão entregar os cargos”, alerta o presidente.

Além da entrega de cargos, a categoria também decidiu não emitir relatório de investigação com informações de telefones de pessoas suspeitas, ligadas a crimes puníveis com pena de reclusão (interceptações das comunicações) e aprovou o projeto de reestruturação das carreiras, com respectiva tabela salarial que deverá ser construída por todas as entidades Sindicais e Associativas.

O presidente do SINDPOC ressalta que esse é um momento único da Polícia Civil. “Essa união parte da premissa do fortalecimento da Instituição, garantindo ao cidadão o melhor serviço de investigação criminal para que não sejam cometidos erros, excessos e investigações sem conclusões que prejudicam, e muito, o trabalho do judiciário e ao mesmo tempo fomenta a impunidade", avalia.

São Gonçalo Agora/SINDPOC
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo