residencial Vítima de assalto a ônibus em SSA será sepultado em São Gonçalo dos Campos - São Gonçalo Agora

Vítima de assalto a ônibus em SSA será sepultado em São Gonçalo dos Campos

O cobrador e o motorista do ônibus que foi assaltado na BR-324, em Salvador, na manhã desta sexta-feira (22), falaram sobre a ação. Seis passageiros do coletivo foram baleados. Um deles, um homem de 44 anos, morreu no Hospital Geral do Estado (HGE).

O cobrador Erivaldo Campos, que atua na função há 22 anos, disse que essa foi a quarta vez que ele sofreu assalto enquanto trabalhava. "Dois elementos subiram no carro, que estava até cheio de gente, aí registrou [a passagem]. Aí deu a voz de assalto: 'Bora, todo mundo. Quem reagir aí eu mato'. Foi muito pânico, muito grito. Foi uma situação muito difícil. Eu mesmo nem consegui sair do lugar, só tremendo", relatou.

Julio Farias Costa
O coletivo fazia a linha Marechal Rondon - Barra e seguia na rodovia, sentido Salvador, quando, na altura do bairro do bairro do Bom Juá, os suspeitos entraram no coletivo. O ônibus percorreu ainda cerca de 2 km antes do tiroteio começar, já no trecho conhecido como Jaqueira do Carneiro. Segundo testemunhas, um passageiro que estava na parte da frente do veículo reagiu e atirou.

O motorista do ônibus, Jorge Batista, que está há mais de 30 anos está na profissão, passou pela situação pela primeira vez: "Quando chegou a certo ponto, o que estava perto do cobrador pulou o torniquete. Tinha um passageiro na porta [da frente] do ônibus em pé, viu ele [suspeito] saqueando ali. Eu sei que de uma hora pra outra ele sacou a arma e atirou no vagabundo. Aí foi troca de tiros. Na hora do pânico, o cara caiu perto de mim, eu encostei o veículo abrindo as portas todas. Aí foi todo mundo correndo, gritando, foi uma agonia total", contou o rodoviário.

Um dos suspeitos de participar do assalto foi preso ainda na manhã desta sexta-feira, ao buscar atendimento médico no Hospital Roberto Santos, na capital. Conforme a polícia, ele tem 18 anos e foi reconhecido por alguns passageiros e está sob custódia policial na unidade médica.

Segundo informações do posto policial do Hospital Geral do Estado (HGE), as vítimas foram identificadas como Anderson Luiz do Amaral Santos, 34 anos, ferido na cabeça; Luciene Belo do Vale, 43, atingida no abdômen; Edinelson Borges, 39, ferido na cabeça; Nilson Celestino dos Santos, 36, que levou tiro no braço e no abdômen; Iraci Santana Santos, 45 anos, ferida na mão e no abdômen; e Julio Farias Costa, 44, que morreu na unidade médica. Segundo seus familiares o sepultamento será realizado em São Gonçalo dos Campos, às 15 horas. O velório está acontecendo na residência de sua família no povoado do Xavante.

Do G1/BA
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo