residencial Cortejo 2 de Julho resgata patriotismo e leva alegria aos baianos em Salvador - São Gonçalo Agora

Cortejo 2 de Julho resgata patriotismo e leva alegria aos baianos em Salvador

Uma das mais importantes datas do calendário baiano, o 2 de Julho pintou as ruas da capital com as cores do estado e do país e atraiu pessoas de todas as idades, na manhã deste sábado (2), para o cortejo cívico que este ano comemora o 193º aniversário da Independência da Bahia. O governador Rui Costa, acompanhado da primeira-dama do Estado, Aline Peixoto, e demais autoridades, participou dos festejos, iniciados em frente ao panteão, no Largo da Lapinha, com o hasteamento das bandeiras do Brasil, do estado, de Salvador e do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB).

Ainda na Lapinha, o governador também depositou flores no túmulo do general Labatut, um dos heróis da independência e líder do exército pacificador que garantiu a vitória da Bahia contra as tropas portuguesas na histórica Batalha de Pirajá. Em seguida, Rui Costa acompanhou o cortejo que transportou a imagem dos caboclos até a Praça Thomé de Souza, no Centro Histórico de Salvador.

"Hoje é dia de comemorar o Dois de Julho, a liberdade da Bahia e a Independência do Brasil", afirmou em entrevista após o hasteamento. Rui disse que a data representa a esperança em uma Bahia cada vez melhor. "Essa tem sido a minha palavra por onde eu ando, pedindo às famílias que sejam padrinhos da escola para que a gente faça uma grande transformação em nosso estado. Além da transformação que podemos fazer na infraestrutura, a maior transformação será contagiar os corações e as mentes dos baianos em favor da educação", afirmou. O governador também ressaltou a importância do Dois de Julho no fortalecimento da democracia: "as manifestações políticas veem às ruas e isso é bom para a democracia. Eu espero um Dois de Julho de paz, de confraternização e comemoração", concluiu.
Durante o cortejo, os principais ícones deste capítulo grandioso da história foram lembrados e homenageados, desde o início da batalha, em Cachoeira, até a expulsão das tropas portuguesas, em Salvador. Entre eles, Maria Felipa, Joana Angélica, Maria Quitéria, o General Labatut e o Dom Pedro I. As fanfarras escolares também marcaram presença no ato, tocando clássicos da música brasileira e incentivando a participação popular através das canções.

Este ano, uma novidade especial contemplou os participantes do cortejo. Eles tiveram a oportunidade de desfilar em pistas pavimentadas e calçadas reformadas e equipadas com itens de acessibilidade. O tradicional trajeto do desfile do 2 de Julho teve as vias requalificadas pelo Governo do Estado, por meio do Projeto Pelas Ruas do Centro Antigo. Resultado do lote 3 do projeto, as ruas São José de Baixo, Vital Rêgo, Perdões e Adôbes, recuperadas da degradação, garantiram mais comodidade aos baianos.

Secom/Ba
Foto: Manu Dias/GOVBA
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo