residencial Theatro Cine Cachoeirano recebe Carmen de Cervantes. Peça e oficina gratuitas - São Gonçalo Agora

Theatro Cine Cachoeirano recebe Carmen de Cervantes. Peça e oficina gratuitas

Cachoeira recebe no próximo dia 11.05, às 20h, com entrada gratuita, no Theatro Cine Cachoeirano, na Praça Teixeira de Freitas, 2, a peça “Carmen de Cervantes”, que tem os atores Ana Paula Bouzas e Samir Murad nos papéis principais e direção de Fábio Espírito Santo. No dia anterior, 10.05, na sede da Secretaria de Cultura e Turismo de Cachoeira, na Ladeira Benjamin Constant, 37, no Centro, Ana Paulas Bouzas ministra a oficina “Laboratório do Movimento” e Samir Murad a oficina “O Ator no Século XXI”. Ambas são gratuitas, começam às 14h e terminam às 17h, e as inscrições estão sendo realizadas no Theatro Cine Cachoeirano. De Cachoeira o espetáculo segue para Salvador onde é encenada no palco do Teatro Gregório de Mattos nos dias 14.05, às 19h30 e 15.05, às 17h30 e 19h30, com ingressos a R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) . Sobem também ao palco os atores Ricardo Santos, como José e como o cobrador, e Maria Adélia, que interpreta Rival e Catalina, além do violonista Luciano Câmara.

Sobre “Carmen de Cervantes” - O que aconteceria se a fatal cigana Carmen, personagem criado originalmente pelo francês Prosper Mèrimée (1803-1870), voltasse no tempo com o intuito de encontrar o mítico escritor espanhol Miguel de Cervantes (1547-1616) para convence-lo a escrever uma nova história para ela? É esta a premissa do espetáculo “Carmen de Cervantes”, que tem os atores Ana Paula Bouzas e Samir Murad nos papéis principais e direção de Fábio Espírito Santo. Realização da Meimundo Inventações Compartilhadas, o espetáculo em maio segue em turnê popular pelo Nordeste e chega à Bahia, realizando apresentações em Cachoeira e Salvador.
Uma adaptação do conto original escrito por Marcos Arzua, presente no livro “Quilombo Branco” (2013), “Carmen de Cervantes” conta com música original criada por Luiz Brasil. Na trama, Carmen renega todos os estereótipos que lhe são atribuídos, não quer ser a cigana analfabeta que usa a sensualidade e a magia para conquistar e enganar os homens, por isso procura Cervantes para que ele a recrie. Ele, por sua vez, já no final da vida, pobre e doente, está exausto por desenvolver sua arte em meio a tantas obrigações e percalços do cotidiano. Nesse encontro inusitado, ambos terão que reinventar-se!

A montagem, com 70 minutos de duração, aborda temas como identidade, propriedade, preconceito e reconstrução, oferecendo ao público jovem e adulto um argumento narrativo original que mescla as trajetórias de duas personalidades clássicas – uma fictícia e outra real – para expressar a busca diária do ser humano pela própria reinvenção. “O espetáculo fala da coragem em expressar o inconformismo, do não acomodar-se nas sutis amarras das convenções, trata da força que todos nós temos em reconstruir nossa própria história cotidianamente”, afirma o diretor. “Carmen, de Cervantes” é um espetáculo que entretém e informa, diverte e emociona.

O diretor

Fábio Espiríto Santo é dr a m a t u r g o , r o t e i r i s t a , iluminador cênico e diretor. Graduado em “Comunicação Social - Cinema e Vídeo” e com especialização em “Roteiros para audiovisual”. Atualmente cursa “MBA em Bens Culturais - Cultura, Economia e Gestão” na FGV. Autor e diretor geral do musical “Amor Barato - Cantigas Torpes e Carinhos Ordinários”. Assinou o roteiro e a direção do DVD “Áfricas”, do Bando de Teatro Olodum; a direção artística do concerto/DVD “Yèyè Omó Ejá – Mãe das águas”; e a direção do infantil “Príncipe d o s P o r q u ês” , e n tre o u tr o s espetáculos. Como dramaturgo, é premiado pelo texto “A Farsa da Usura”, no Concurso Nacional de Dramaturgia Álvaro de Carvalho/SC.1998. Na área da iluminação cênica, recebeu o troféu Braskem de Teatro/2008 pelo seu trabalho nos espetáculos: “O Olhar Inventa o Mundo”, “Batata” e “Casa Número Nada”. Trabalhou na elaboração e gestão de projetos culturais como diretor do Teatro Vila Velha (2008/2009); como repórter do Correio da Bahia e diretor técnico de eventos e casas de espetáculos.

O Elenco

Ana Paula Bouzas é Carmen - Atriz, bailarina e coreógrafa, graduada em Licenciatura em Dança pela Faculdade Angel Vianna. Trabalha também como diretora de movimento, preparadora de elenco e preparadora corporal em diversos projetos em teatro e TV. Recebeu o prêmio APTR atriz coadjuvante por “Dona Flor e Seus Dois Maridos” e prêmio BAHIAAPLAUDE melhor atriz pelo seu trabalho em “Idiotas Que Falam Outra Língua”. Foi interprete criadora nos espetáculos solos de dança/teatro: “Eu Pronome Pessoal e Intransferível”, “Vozes do Tempo”, “Forever. In Aeternum” e “Do Lugar de Onde Estou Já Fui Embora” Na Televisão integrou o elenco de diversos projetos na Rede Globo, entre eles: “Saramandaia”, “Escrito nas Estrelas”, “Dó Ré Mi Fábrica”, “Cena Aberta”, “O Sorriso do Lagarto”, “Dupla Identidade” e “Malhação”. No cinema: “Malu de Bicicleta”, “Cilada.Com” e “Três Histórias da Bahia”.

Samir Murad é Cervantes – Ator de Teatro, Cinema e Televisão, vem trabalhando também como diretor, autor e professor de teatro. É formado pela UNI-RIO onde concluiu o Curso de Bacharelado e Licenciatura em Artes Cênicas e também o mestrado tendo em ARTAUD seu tema de dissertação. Concluiu também a pós-graduação em Teatro na UFRJ sob a direção de Aderbal Freire Filho. Realizou os solos: “Para Acabar de Vez Com o Julgamento de Artaud” que fica segundo a crítica Barbara Heliodora entre os dez melhores espetáculos do ano e “Édipo e Seus Duplos”. Entre suas em projetos para televisão, constam: “Fina Estampa”, “Amor à Vida”, “Malhação”, “Insensato Coração” e “Em Família” na TV Globo; “Pecado Mortal”, Vidas em Jogo” e “Milagres de Jesus” na Record; “Por isso eu sou vingativa” - minissérie Multishow. No cinema no longa “No meu Lugar”, “Heleno”, “Tim Maia” e vários curtas.

Confira trechos dos espetáculo: https://www.youtube.com/watch?v=wE3Q1yHHgx0&feature=youtu.be

Nos siga no Facebook: https://www.facebook.com/carmendecervantesteatro/?fref=ts

Ficha Técnica

Baseado no conto homônimo de Marcos Arzua
Texto: Marcos Arzua e Fábio Espírito Santo
Direção: Fábio Espírito Santo
Elenco: Ana Paula Bouzas (Carmen)
Samir Murad (Miguel de Cervantes)
Ricardo santos (José e Cobrador)
Maria Adélia (Rival e Catalina)
Direção de Produção: André Canto
Produção Executiva: Camila Araújo e Larissa Barbosa
Direção Musical: Luiz Brasil
Músico em Cena : Luciano Câmara
Diretora de Movimento: Eliane Carvalho
Cenografia: Ronald Teixeira
Iluminação: Fábio Espírito Santo
Figurino: Bettine Silveira
Maquiagem: Mária Adélia
Produção: Canto Produções
Realização: Meimundo Inventações Compartilhadas
Produção : Natalia Auto
Assessoria de Imprensa : Doris Pinheiro 71 98896-5016

São Gonçalo Agora
Fotos de Debora Setenta​
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo