residencial Operação Janus investiga atuação de Lula com a Odebrecht no exterior - São Gonçalo Agora

Operação Janus investiga atuação de Lula com a Odebrecht no exterior

O ex-presidente Lula é mesmo o principal alvo da investigação que resultou na Operação Janus, deflagrada nesta sexta-feira (20) pela Polícia Federal em colaboração com o Ministério Público Federal.

Os investigadores apuram se Lula recebeu vantagens econômicas indevidas para influenciar “agentes públicos estrangeiros notadamente na República Dominicana, Cuba e Angola”, além de facilitar ou agilizar o trâmite de procedimentos de financiamentos de interesse das empresas do grupo Odebrecht junto ao BNDES. Também são investigados os financiamentos concedidos pelo BNDES ao conglomerado Odebrecht construção do Porto de Mariel, em Cuba, do Metrô de Caracas, na Venezuela, além de algumas obras no Panamá.

As investigações são conduzidas por um grupo formado pelos procuradores Francisco Guilherme Bastos, Ivan Cláudio Marx e Luciana Loureiro.

Além dos quadro mandados de busca e apreensão e dois de condução coercitiva, a Operação Janus inclui quebra de sigilos bancários, fiscais e de dados telemáticos de nove envolvidos, autorizadas pelo juiz da 10ª Vara Federal Vallisney Souza de Oliveira.

No pedido, os investigadores afirmaram já terem reunido “fortes indícios de irregularidades e de condutas, em tese delituosas, no sentido de, no mínimo, dissimular e ocultar valores de origem ilícita”. Esses valores foram pagos a empresas subcontratadas pela Odebrecht para a realização de obras no exterior.

Mencionado no inquérito, Lula não está entre os alvos da operação desta sexta-feira.
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo