residencial Antonio Dessa publica respostas em referência ao 'Comunicado' de Argolinha - São Gonçalo Agora

Antonio Dessa publica respostas em referência ao 'Comunicado' de Argolinha

Parece que os desentendimentos entre o prefeito de São Gonçalo dos Campos Antonio Dessa Cardoso (Furão), o empresário Evanildo de Oliveira Borges (Argolinha) e o "ex-empresário" Marcelo Dantas não terá realmente seu desfecho por agora.

Após publicação de um comunicado do empresário Argolinha, no fim da tarde desta quinta-feira (07), se defendendo das supostas acusações contidas em um vídeo onde Marcelo Dantas aparece fazendo comentários envolvendo Argolinha e Furão, um dos motivos que segundo o prefeito o levou a registrar queixa crime contra Marcelo e também citar Argolinha em seu depoimento, Antonio Dessa volta a se pronunciar, dessa vez, usando o perfil da rede social Facebook, de seu filho João Pedro, publicando na noite passada (07) respostas ao polêmico Comunicado.

Leia abaixo:

"Em resposta à um comunicado lançado na net agora a pouco, gostaria de fazer alguns esclarecimentos;

1- não fiz nenhum comentário sobre ninguém de forma leviana. Fiz comentários diante de fatos contidos em um vídeo onde Marcelo Dantas fez referências a uma determinada pessoa, inclusive levantando suspeita sobre o passado dela, "membro do movimento".
2- quanto a nossa administração , tem conseguido manter os serviços básicos da cidade (saúde e educação) funcionando de forma satisfatória, apesar da crise que o pais atravessa, tendo aqui um dos melhores salários de professores do Brasil, e o mais importante, recebendo em dia. Nossa cidade nos 7 anos da nossa administração foi destaque no cenário nacional na geração de empregos. Dito isto, fica demonstrado claramente que a insatisfação é simplesmente porque perdeu as vagas dos caminhões de lixo, e também porque perdeu os empregos das irmãs, sobrinhas, sobrinhos e afilhados políticos. Se isso é sofrer ingratidão de Furão, me arranjem uma ingratidão dessas que estou querendo.
3- quanto ao rol de processos que respondo, graças a Deus não tem nenhum que me responsabilize por ter destruído famílias.
4- a audiência do dia 20, será a audiência de instrução (iniciando o processo) de uma denúncia de 2002, onde sou responsabilizado pelo desvio de 500,00 reais, isso mesmo, apenas quinhentos reais, da educação e não da saúde como falaram, e quem quiser comprovar, pegue a cópia do processo comigo, ou com Dr Laius que é noivo da sobrinha do "dito cujo" que escreveu o comentário.
5- quanto ao julgamento no tribunal de justiça dia 22, não é da ação propriamente dita, e sim do recurso que o ministério público entrou contra a decisão do presidente do próprio tribunal, este que me reconduziu ao cargo, e que com certeza obterei êxito, porque o mesmo tribunal já se posicionou duas vezes contrário ao meu afastamento nesse processo, por falta de fundamentação legal.
6- voltando a falar de emprego, nenhum político nesta cidade, tem mais autoridade pra falar do que Furão, que gerou milhares em suas administrações. Basta pesquisar na internet, empregos inclusive para familiares daqueles que lhe atacam hoje.
Diante do exposto, volto a reafirmar que continuarei na luta para esclarecer as ameaças de morte contidas no vídeo de uma conversa de Marcelo Dantas com outra pessoa, vídeo esse que a Polícia Civil vai encaminhar para perícia técnica, para comprovar a autenticidade.

Boa noite a todos e todas.

Antonio Dessa Cardozo - Furão."

RELEIA AS PUBLICAÇÕES ANTERIORES SOBRE ESTE CASO 

São Gonçalo Agora/Redação de Antonio Dessa
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo