Enquanto PM realizava prisão na zona rural, assassinos agiam no centro da cidade - São Gonçalo Agora

Enquanto PM realizava prisão na zona rural, assassinos agiam no centro da cidade

A prisão ocorreu na noite desta terça-feira (24), por volta das 21:40 h, no povoado de Santana do Itaquari, zona rural de São Gonçalo dos Campos.

De acordo com o delegado Eugênio Rocha, Gerzania dos Santos Silva, 30 anos, conhecido como “Nem”, morador do Distrito de Mercês, foi flagrado em atitude suspeita quando carregava com sacos de ração uma Pick Up Strada, de cor branca, placa JPE-6086, ao lado de uma das cercas da Fazenda Nova Esperança, onde funciona a empresa Nova Granja Aves e Suínos LTDA.

A ação foi realizada pela Polícia Militar, e ainda com informações, o acusado estava com um comparsa que empreendeu fuga, e durante sua apresentação no Complexo de Delegacias do Sobradinho, em Feira de Santana, alegou ter sido apenas contratado por Cinésio Pereira de Sena, conhecido como “Dinho”, funcionário da empresa supostamente furtada. Flagranteado, Gerzania foi conduzido para o Conjunto Penal da mesma cidade, onde permanece à disposição da Justiça. De acordo com a polícia Sinésio irá se apresentar nesta quinta-feira (26).

SEGURANÇA PRECÁRIA

De acordo com o Tenente PM Laerte, comandante do DPM/SG, no momento do assassinato de Marcos Antonio de Souza (Marquinhos), às 22 h, no bairro Murilo Leite nesta terça-feira (24), a única viatura da PM estava com a guarnição de plantão realizando rondas na zona rural da cidade. No retorno, teve que ficar com o preso, cerca de 3 h, aguardando a chegada do (DPT) Departamento de Polícia Técnica para realizar a remoção do corpo. Quando o DPT realizou a remoção, a guarnição da cidade teve que conduzir o prisioneiro até Feira de Santana para ser lavrado o flagrante, pois em São Gonçalo a partir da 18 h esse trabalho não é possível. A guarnição só voltou por volta das 4 h da manhã. Nesse período, São Gonçalo ficou literalmente sem a pouca segurança que tem.

São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

About Sandro Araújo