residencial Mesmo com reduções do FPM prefeitura de São Gonçalo antecipa pagamento de salários - São Gonçalo Agora

Mesmo com reduções do FPM prefeitura de São Gonçalo antecipa pagamento de salários

De acordo com o prefeito Antonio Dessa Cardoso "Furão", "a prefeitura de São Gonçalo dos Campos, mesmo passando por dificuldades decorrentes da redução nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), além dos demais impactos gerados pela crise financeira que o País está sofrendo, tem feito de tudo para manter as contas em dia, pagando tanto os funcionários da prefeitura quanto os fornecedores e outras despesas. Um dos exemplos desse equilíbrio foi em abril deste ano, quando a prefeitura saiu na frente de todas outras do estado e liberou o pagamento da primeira parcela do 13º salário aos servidores".
 
Na última sexta-feira (18), a presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria (PSB), afirmou para a imprensa que "mais de 180 prefeituras estão com salários atrasados. Mais de dez estados já estão parcelando a folha de pagamento mensal". Sem perspectivas de quando a situação econômica vá melhorar, os servidores desses municípios vivem a rotina de atrasos salariais, paralisações e protestos, que afetam a prestação dos serviços à população.

Ainda de acordo com Furão, "outro exemplo é que a prefeitura começou a pagar nesta quinta-feira (24) o salário dos servidores, que normalmente é liberado no dia 30. A folha de R$ 1,7 milhões pagará a quase 1 mil pessoas, que com o adiantamento, possivelmente anteciparão as compras, quitação de débitos e diversos compromissos nos próximos dias. Com relação a segunda parcela do 13º salário, Furão adiantou ainda que será paga no dia 10 de dezembro".

"Todas as medidas possíveis estão sendo tomadas. As expectativas para o próximo ano são as piores previstas, mas precisamos encontrar meios de não deixar os servidores desamparados", disse furão.

No dia 8 deste mês o prefeito publicou um decreto reduzindo não só seu próprio salário e o do vice prefeito, Flávio Barreto Falcão "Fal Bulê", como o salário do chefe de gabinete, secretários, chefes, diretores dentre outros. A redução atinge até as gratificações, contratos da prefeitura com prestadoras de serviço, publicidade e etc. "Não tem mais o que cortar", confira o restante da fala do prefeito no play abaixo.




São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

About Sandro Araújo