residencial Manifesto pela Paz reúne milhares de pessoas em São Gonçalo - São Gonçalo Agora

Manifesto pela Paz reúne milhares de pessoas em São Gonçalo

A manifestação denominada "Caminhada pela Paz, Segurança e Justiça" aconteceu por volta das 10 horas desta quarta-feira (25/03) e reuniu cerca de 3 mil pessoas no centro do município de São Gonçalo dos Campos.

Organizada pelo (CONSEG) Conselho Comunitário de Segurança Pública e (ASCOM) Associação Comercial local, com o apoio da Prefeitura Municipal, Câmara Municipal e instituições civis, os manifestantes percorreram pelas principais ruas do cetro da cidade clamando por Justiça, Segurança Pública e o retorno da Paz na Cidade Jardim.

Estudantes, alguns comerciantes, vereadores, pais e mães com seus filhos, jovens, adultos e idosos, católicos e evangélicos participaram da caminhada até o final. A Guarda Municipal acompanhou e orientou o trânsito durante durante todo o percurso.

Além da grande multidão, cartazes pedindo elucidação para crimes antigos e recentes, a exemplo do assassinato de Rosimeire Almeida dos Santos, 38 anos, ocorrido no dia 2 de março de 2015, dentre outros, foram expostos à imprensa e autoridades locais que acompanhavam o grande ato. 

Um abaixo-assinado que já contém 3 mil assinaturas, será encaminhado ao Secretario de Segurança Pública da Bahia, expondo as reivindicações.

Durante a passagem da manifestação pelo centro da cidade, alguns comerciantes se mostraram insensíveis com a causa, e se recusaram a baixar as portas dos seus estabelecimentos. Os Bancos Bradesco e Caixa Econômica não enviaram representantes ao manifesto.

Veja a pauta de reivindicações da manifestação:

· Apuração e elucidação do assassinato da professora Rosimeire Almeida, encontrada morta no último dia 6 de março;

· Construção de um Complexo Policial para abrigar a Polícia Civil e Polícia Militar;

· Aumento no efetivo de policias das duas corporações;

· Combate aos assaltos promovidos por motoqueiros, denominados ‘arrastões’;

· Plantão de rondas por 24 horas da Polícia Militar, com um contato de telefone (número), que a população seja atendida, sempre que precisar;

· Ações especializadas de policiais da CAEL e CAATINGA, em todo o município;

· Transferência do Comando da Polícia Militar, que atende o município de São Gonçalo, de Santo Estevão para Feira de Santana;

· Implantação do Sistema de Videomonitoramento.

Alguns participantes discursaram em um carro de som que seguia em linha de frente da manifestação.

Toda a imprensa local, mais uma equipe da TV Subaé também estiveram presente.

Os vereadores Joca e Gonçalo também participaram do manifesto


São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo