residencial Polícia apreende 57 pássaros silvestres em São Gonçalo - São Gonçalo Agora

Polícia apreende 57 pássaros silvestres em São Gonçalo

Policiais militares de São Gonçalo dos Campos, sob o comando do tenente Laerte, realizaram na manhã dessa sexta-feira (19), a apreensão de 57 pássaros silvestres da fauna brasileira, que eram mantidos ilegalmente em cativeiro, em uma residência da Rua Nascimento Ferreira (Lagartixa).

Advogado José Antonio Mendes de Oliveira, e seu cliente José Antonio da Paixão Correia "Dito"
José Antonio da Paixão Correia, também conhecido como “Dito”, 43 anos, foi surpreendido em casa pelos policias, quando estes atendiam a outra ocorrência naquela localidade.

Curió
Segundo relatos dos policiais que registraram o flagrante, os pássaros viviam em velhas e sujas gaiolas, que eram amontoadas uma sobre as outras, em um local com péssimas condições de higiene. “Por causa da grande sujeira da residência, o mau cheiro no local era insuportável”. Declarou um dos PM.

No local foram encontrados canários, pássaros pretos, paca capins, curiós, coleiros, sabiás, azulões, rolinha fogo-pagô, bigodes e cardeais. O proprietário confessou que há cerca de trinta anos mantinha o hábito de capturar e manter pássaros em situação de cativeiro. Ele alegou para a polícia, que não comercializava os pássaros, apenas os criava por “distração”.

José Antonio foi detido em flagrante, conduzido e apresentado à Delegacia de Polícia Civil, juntamente com os 57 pássaros em gaiolas individuais.

Após ser ouvido pela delegada Dra. Cristiane Oliveira, e assinar um Termo Circunstanciado, José Antonio foi liberado. Ele foi enquadrado pela prática de crime ambiental, constante no artigo 29, parágrafo 1º, inciso 3º, combinado com o artigo 32 da Lei Ambiental 9.605/98.

Em entrevista a imprensa, José Antonio chegou a mencionar que abriu mão um de relacionamento amoroso, por causa da sua criação dos pássaros. Por não permitir o convívio cercado por gaiolas, a namorada foi embora e não mais voltou.

Os pássaros não serão soltos e permanecerão sob a custódia da Polícia Civil até a amanhã desse sábado (20), quando serão entregues ao IBAMA.
São Gonçalo Agora/Sandro Araújo
Redação de Erivaldo Oliveira
Compartilhe no Google+

Sandro Araújo